No Molde do Mundo – M. Lloyd-Jones

.


Não deixe que o mundo encaixe você no
molde dele. Romanos 12.2. (J. B: Phillips)

(As bem-aventuranças) indicam claramente. . . a essencial e total diferença que existe entre o cristão e o não-cristão. O Novo Testamento considera (esta diferença) como algo absolutamente básico e fundamental; e... a primeira necessidade da Igreja é o claro entendimento dessa diferença essencial. Ele ficou obscurecida; o mundo penetrou na Igreja e a Igreja mundanizou-se.

A fronteira não é tão nítida como já foi. Houve épocas em que a distinção era definidamente traçada, e essas foram sempre as eras mais grandiosas da história da Igreja. Conhecemos, todavia, os argumentos que têm sido apresentados. Uma coisa que nos têm dito é que precisamos tornar a Igreja atraente para o homem de fora, e a idéia é que nos tornemos tão parecidos com ele quanto pudermos. Houve alguns padres populares, durante a Primeira Guerra Mundial, que se misturavam com os homens e fumavam junto com eles, e faziam isto, aquilo e outras coisas com eles, para animá-los.

Alguns achavam que, corno resultado disso, quando acabasse a guerra, os ex-combatantes iriam encher as igrejas em multidões. Contudo, não aconteceu isso, è jamais se deu isso desse modo. A glória do Evangelho é que quando a Igreja é totalmente diferente do mundo, ela invariavelmente o atrai. É aí que o mundo é levado a ouvir a sua mensagem, embora talvez a odeie de início. E assim que surge o avivamento. Esta verdade deve aplicar-se também a nós, como indivíduos. Não deveríamos ter a ambição de assemelhar-nos demais a todos, embora suceda que somos cristãos; antes, pelo contrário, deveríamos querer ser tão diferentes quanto possível de todos os que não são cristãos.

Devemos ter a ambição de ser semelhantes, a Cristo, quanto mais parecidos com Ele melhor; e quanto mais semelhantes a Ele ficarmos, mais diferentes ficaremos de todo aquele que não é cristão.

Fonte: Studies in the Sermon on the Mount, i, p. 36,7.
Extraido do blog: [ Martyn Lloyd Jones ]

.
Imprimir ou salvar em PDF

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

1 - Poste somente o necessário. Se quiser colocar estudos, artigos ou textos grandes, mande para nós por e-mail: bereianos@hotmail.com

2 - A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Comentários com conteúdo ofensivo não serão publicados, pois debatemos idéias, não pessoas. Discordar não é problema, visto que na maioria das vezes redunda em edificação e aprendizado. Contudo, discorde com educação e respeito.

3 - Comentários de "anônimos" não serão necessariamente postados. Procure sempre colocar seu nome no final de seus comentários (caso não tenha uma conta Google com o seu nome) para que seja garantido o seu direito democrático neste blog. Lembre-se: você é responsável direto pelo que escreve.

4 - A aprovação de seu comentário seguirá os nossos critérios. O Blog Bereianos tem por objetivo à edificação e instrução. Comentários que não seguirem as regras acima e estiver fora do contexto do blog, não serão publicados.

Para mais informações, clique aqui!

Blog Bereianos!