Evangelismo com Mentira: a nova loucura do Lucinho

image from google

E lá vamos nós outra vez. Um texto escrito por mim, criticando o Lucinho Barreto... Já fiz isso antes, mas torno a fazer por motivos óbvios: alertar jovens para que não caiam nas loucuras que esse sujeito propõe. A mais nova está bem aqui. Assista ao vídeo e depois volte a ler este pequeno artigo.

Presumindo que você tenha assistido a “loucura de maio”, vamos ao cerne da questão: Esse dito cujo propõe que uma dupla de jovens use o artifício da mentira para obter “conversões” dentro do transporte coletivo. Isso mesmo. Dois jovens entram, enquanto um distribui panfletos evangélicos, outro finge que se opõe ao evangelismo, ambos entram numa discussão teológica/apologética e por fim, o que já é crente, fingindo não ser, dirá que se convenceu e “aceitará” a Jesus após um apelo. EVANGELISMO MENTIROSO É DOSE!

Algumas pessoas - advogando em prol do Lucinho - argumentam que isso é um teatro. Mas daí me vem algumas questões: i) o Lucinho em nenhum momento diz que aquilo é uma peça teatral e nem orienta que os jovens digam isso ao público ouvinte. ii) as pessoas quando assistem a uma peça teatral estão ali conscientes de que estão vendo atores em cena. O método que o Lucinho propõe faz com que as pessoas acreditem que os dois jovens não se conhecem e discutem de verdade. A finalidade também é que o povo acredite que a conversão ocorreu. Logo, definitivamente não é teatro. Está mais para “pegadinha do Malandro”, só falta o “glu, glu, ié-ié”.

A tal “loucura de maio” consiste na quebra do 9º mandamento. O Catecismo Maior de Westminster esclarece. Na pergunta 145 lemos: “Quais são os pecados proibidos no nono mandamento?”. Eis uma parte da resposta: “falar inverdades, mentir”. Mentira é algo repugnante para Deus (Pv 12.22), por isso que os mentirosos são expulsos da Sua presença (Sl 101.7 e Ap 22.15). Quem mente é filho do Diabo, pois é ele o pai da mentira (Jo 8.44). O apóstolo Paulo ensina aos colossenses que a partir do momento em que nos despimos do velho homem e passamos a ser nova criação, moldados a imagem do próprio Deus, devemos abandonar a mentira (Cl 3.9-10). Repito: o cristão deve abandonar a mentira (Ef 4.25). Logo, o que faz uma pessoa em sã consciência faltar com a verdade e simular uma conversão? Há alguém que pode elucidar a questão.

Mark Dever, pastor e diretor do Ministério 9Marcas, escreveu sobre o que caracteriza uma igreja saudável, que por tabela vai diagnosticar também igrejas doentes. Uma das marcas para que a igreja goze de boa saúde é a compreensão exata do que vem a ser evangelização. E por exata, ele quer dizer bíblica. Observem um trecho de sua fala no livro O que é uma Igreja Saudável? : “(...) se em nossas igrejas deixamos de lado o que a Bíblia diz a respeito da obra de Deus na conversão, a evangelização se torna uma obra nossa em que fazemos o que for possível para obter uma confissão verbal”.

Dever continua:

“De acordo com as Escrituras, os cristãos são chamados a cuidar, exortar e persuadir os não-cristãos (2Co 5.11). Mas devemos fazer isso por meio da plena ‘manifestação da verdade’, que significa rejeitar ‘as coisas que, por vergonhosas se ocultam’ (2Co 4.2)”.

Quando a igreja entende que deve fazer o trabalho do Senhor do jeito do Senhor, e atentar para a Sua divina soberania em converter os pecadores de maneira sobrenatural através da simples exposição do evangelho, então ela irá parar de confiar em metodologias baratas e não ficará nessa fissura por apresentar números elevados. Isso que o Lucinho propôs retrata a enfermidade da igreja brasileira, que não tem uma compreensão bíblica da evangelização por falta de ensinamento. E como vem o ensinamento? No caso da igreja não há nada melhor que a pregação expositiva das Escrituras. Ela é alimento robusto, pois traz em seu bojo a centralidade do evangelho e busca esclarecer o conteúdo bíblico para os fiéis trazendo aplicações que servem para o dia-a-dia.


Não é coincidência que esse método espúrio de evangelizar venha de um “pastor” que se fantasiou de Superman e de Chapolim. Pastor de uma igreja que em seu púlpito já rolou de tudo: de stund-up até dicas de maquiagem. Igreja que ao invés de se ater ao Ensino da Palavra, enfatiza a adoração por meio de música e realiza “atos proféticos” sem nenhuma fundamentação bíblica. Está tudo entrelaçado meus irmãos. Se falta boa doutrina, a evangelização é comprometida, pois, quem evangeliza desconhece o conteúdo do evangelho. Por isso vemos tantas abordagens evangelísticas que falam sobre obter paz, amor e felicidade em Jesus, mas que não falam o mais importante: Jesus veio para livrar do jugo do pecado e da condenação ao inferno todo aquele que nEle crê. O perdão dos pecados é o centro da boa-nova. O resto até pode vir agregado, mas não é promessa para este mundo.

Finalizo ciente de que vão me acusar de ter inveja do Lucinho e criticá-lo por má fé, na tentativa de me promover em suas costas. Nem precisa ser profeta para saber que em alguns comentários alguém falará (fora de contexto): “não julgueis”. Mas eu teimo em escrever, e teimo na esperança de que jovens que estavam prestes a cometer tal loucura, parem para refletir, dando atenção aos versículos aqui mencionados, e não utilizem este método infame para evangelizar. Se querem compartilhar do evangelho para obter conversões genuínas, gastem tempo estudando a fundo a Bíblia, gastem tempo expondo o que aprenderam através de uma sequência de estudos com algum não-crente e gastem tempo orando para que o Senhor converta o coração daquele que você tem investido em discipular. E no tempo certo, tempo de Deus, os frutos que demonstram conversão irão aparecer.

Oro para que Deus desperte a nossa juventude para o ensino da Palavra.

***
Autor: Pr. Thiago Oliveira
Fonte: Electus
.
Imprimir ou salvar em PDF

12 comentários

As estratégias contemporâneas de crescimento de algumas igrejas, são inventadas com o propósito de atrair os que não frequentam a igreja, para entretê-los, nada realiza de valor eterno,é uma estratégia mesclada de um evangelho adulterado, dizendo que uma decisão por positiva por CRISTO é tão boa quanto uma verdadeira conversão.
Multidões que não são cristãos verdadeiros agora se identificam com a igreja. A igreja,portanto, tem sido invadida pelos valores do mundo, pelos interesses do mundo e pelos cidadãos do mundo.

Responder
Anônimo mod

E tem gente que ainda para para ouvir esse idiota gospel! Que evangelho é esse! Louco é quem dá. Ouvido pra esse cara!

Responder

Acho válido o comentário sobre a estratégia de evangelismo e não estou de acordo com tal método, mas me assustei ao ler a critica sobre uma igreja que transforma a cidade de Belo Horizonte dia após dia, que trouxe um avivamento na adoração brasileira em 1990, que leva o evangelho a milhares de pessoas todos os dias, que envia missionários a diversos paises, etc. Me parece no mínimo falta de respeito e de amor. Não sei se o autor conhece o pastor dessa igreja. Eu conheço, e o vejo buscar ao Senhor, estudar a Palavra e chorar por vidas todos os dias. O autor critica a atitude "mentirosa" do Lucinho, mas dá falso testemunho e julga toda uma igreja. Antes de dizer algo tão sério, leve em oração e busque luz na Palavra se suas palavras irão edificar ou ferir alguém. Com a mesma medida que julgamos somos julgados.

Responder

Pr Thiago Oliveira não vejo em nenhum momento sua promoção, fico feliz de ler textos com contexto, não gosto e nunca hei de levantar a bandeira para "heresias" e gente "louca" que confunde a palavra de Deus que trás mansidão, paz, trás confiança, trás certeza de Quem é ELe que luta e vai adiante nós. Não vejo você julgando , vejo-o instrução na sua publicação. Eu aprendi na palavra de Deus, que devemos examinar e reter o que é bom! Então levo comigo o que foi e é bom da sua publicação. A graça e paz do nosso Deus!

Responder

Que lindo texto Pr! Tomará que o senhor esteja doando sua vida para o evangelho de verdade e tão bem como escreve no blog. Porque um cristão que se levanta para questionar os métodos do outro sabendo que quem justifica e quem julga é Deus tem que ter muita certeza que está sendo guiado por Deus.

O Pr Lucinho é suscetível a erros. É homem como nós dois! Não sou da igreja dele, mas sei que ele tem feito e ajudado no reino. Lembre-se das palavras de Gamaliel pastor. Atos 5:34-40

Graça e Paz pastor!

Responder

Quando, porém, Pedro veio a Antioquia, enfrentei-o face a face, por sua atitude condenável[...]Quando vi que não estavam andando de acordo com a verdade do evangelho, declarei a Pedro, diante de todos (Gálatas 2:11, 14a)

Responder

esse cara é uma mentira, ele so faz o que lhe é próprio..

Responder

Ei Pode Parar Com Isso,Vocês Gostam Muito e De Jugar os Outros Ne.Jugam Sem Motivos Lucinho e Um Homen de Deus,Pelo Menos ele Faz Alguma Coisa Pra Deus Ne,E Vocês Fazem oque So Sabe Criticar quem Faz,Vai No Yootube e Asiste As Pragações Do Pasto Lucinho Pra Vocês Verem.Ele Insina Em Nome de Deus Coisas Pra Todos Nois,Mais Ums Jugam Ser Melhor Que Outros Ne,Deus Tenha mizericordia de Vocês.

Responder

Jesus Cristo esta Voltando!!!

Responder
Anônimo mod

Meu irmão, LEIA AS ESCRITURAS!!

PAULO COMBATIA OS FALSOS PROFETAS, PRECISAMOS PARA COM ESSE NÃO JULGUEIS, POR QUE ESSE NÃO JULGUEIS NÃO SE APLICA QUANDO ESTAMOS COMBATENDO FALSOS PROFETAS !!

EVANGELIZAR PELA MENTIRA, CHEIRAR A BÍBLIA... ELE PODERIA EXPERIMENTAR LER A PALAVRA AO INVÉIS DE CHEIRAR !!

Responder


O apostolo paulo disse que se fez de louco para ganhar os loucos, hove vc pode ter sua estrategia para ganhar vidas pois a a bliblia diz quem ganha vidas sabio é!
jente pra criticar só o que tem agora pra fazer a diferencia são poucos, a questão é porque ele não disse que era um teatro ? e é precisa dizer ? logico que não, pois essa foi uma estrategia que ele criou... a fé vem pelo ouvir deixa o espirito convencer...

Responder

amigo escrevi um conmentario e é preciso ser aprovado ? por qual necessidade ?

Responder

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

1 - Poste somente o necessário. Se quiser colocar estudos, artigos ou textos grandes, mande para nós por e-mail: bereianos@hotmail.com

2 - A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Comentários com conteúdo ofensivo não serão publicados, pois debatemos idéias, não pessoas. Discordar não é problema, visto que na maioria das vezes redunda em edificação e aprendizado. Contudo, discorde com educação e respeito.

3 - Comentários de "anônimos" não serão necessariamente postados. Procure sempre colocar seu nome no final de seus comentários (caso não tenha uma conta Google com o seu nome) para que seja garantido o seu direito democrático neste blog. Lembre-se: você é responsável direto pelo que escreve.

4 - A aprovação de seu comentário seguirá os nossos critérios. O Blog Bereianos tem por objetivo à edificação e instrução. Comentários que não seguirem as regras acima e estiver fora do contexto do blog, não serão publicados.

Para mais informações, clique aqui!

Blog Bereianos!