Ponto Final sobre a verdade do G12/M12 e similares!!

.

Introdução:


Alguns anos atrás eu recebi pelos correios de um pastor amigo chamado Orneas Cezar Filho, um livro escrito pelo mesmo, chamado "G12 - sua origem e sua ligação com o Catolicismo Romano". Fiquei realmente impressionado com a riqueza e autenticidade das informações. Resolvo agora postar neste blog para alertar sobre a verdadeira origem do movimento G12 defendido e utilizado por muitos no Brasil como uma estratégia de administração evangelística e de crescimento para a igreja. Método este que tem causado grandes divisões no corpo de Cristo, bem como, duras críticas aos seus métodos e ensinos pregados nos encontros e demais atividades gedozistas.

Espero que este artigo possa esclarecer algumas verdades que infelizmente são omitidas e defendidas por algumas pessoas que defendem o G12 como a última solução e estratégia para a Igreja.

Ruy Marinho

---------------------------------------


Autor: Pr. Orneas Cezar Filho


Enfim toda a verdade deste movimento que agitou tanto as igrejas evangélicas, veja de onde começou todo este movimento, e aprenda mais para poder ter mais informações:

Gosto muito do conselho de Gamaliel, exposto em Atos 5: “Se esta obra é de homens, se desfará, mas se é de Deus, não podereis desfazê-la, para que não sejais achados lutando contra Deus.” Quando o movimento, chamado G12, começou a crescer no Brasil, em nosso ministério, adotamos uma postura de cautela, tanto pelas novidades que trazia, e temos muito cuidado com novidades, excelentes para quem tem “coceira nos ouvidos”, expressão da Palavra de Deus. Mas, por outro lado, admiro a prudência do conselho de Gamaliel, do qual não esqueço nunca. Assim, tomei a decisão de examinar melhor esse movimento, e o reter, se fosse bom.

Comunicando isto aos pastores sob a minha liderança, eles abraçaram muito bem o conselho dado, e nos propusemos a examinar esse fato novo, confrontando-o com a Palavra de Deus. E Demos uma palavra ao nosso povo, para que esperasse por esse exame. A nossa palavra foi muito bem aceita pelo nosso povo, com exceção de um dos nossos pastores que, pela frente, fez que concordou, mas, por trás, levou um grupo de obreiros daquela nossa igreja-filha para um encontro. O resultado foi que esse pastor nos traiu e provocou uma rebelião naquela igreja, na verdade, uma congregação da nossa igreja-sede. Isto já nos deixou preocupados, mas, ainda que grave, era algo do âmbito interno do nosso ministério, não podendo, necessariamente, atingir o movimento em exame por nós.

Em seguida, um líder dos jovens da nossa igreja-sede, começou a freqüentar, escondido, e sem bênção do seu pastor, encontros e seminários de louvor de grupos ligados ao G12, a vertente musical desse movimento. Novamente, rebelião entre nós e prejuízo para a obra de Deus aqui. Foi quando começamos a tomar conhecimento de igrejas e mais igrejas, antes viçosas e florescentes, que, ao entrarem nesse movimento, começaram a rachar. Aí, começamos a nos preocupar, como já vendo que havia alguma coisa estranha nisso. Mas, como o movimento de renovação espiritual, no passado, que teve como preço inevitável uma cisão, para que a obra do Espírito avançasse, mesmo isto ainda não constituía um fator que desabonasse inteira e definitivamente o movimento G12.

Mas, quando eu, pessoalmente, insistia em me manter cauteloso e prudente quanto a essa questão, tive uma experiência que não foi a primeira do meu ministério. Já por algumas vezes, estando eu no meu gabinete de trabalho, em minha casa, o Espírito Santo me falou, mostrando-me caminhos, particularmente, do que escrever para o seu seu povo.

Era de noite, e eu estava na minha “poltrona do papai”, acho que lendo alguma coisa, quando o Espírito Santo me falou: “Levanta e vai à estante, à tua frente. Eu vou te mostrar um livro com algo que você precisa ver”. Eu me levantei e fui à estante, e comecei a mexer nos meus livros. E achei um antigo livro, escrito em l973 (guarde bem esta data). Era um velho livro deixado por meu pai, que fora um pastor e já está na glória do Senhor. Meu pai me deixara, por herança especial, os seus livros, todos eles, e esse veio no meio dessa herança. Era o livro “Os Cursilhistas”, escrito pelo Rev. Anselmo Chaves, um pastor presbiteriano, português, mas que viveu muitos anos no Brasil. Eu conheci esse pastor, e acho até que fui apresentado ao Senhor por ele, na Igreja Presbiteriana de Bangu, no Rio.

Peguei o livro e voltei à minha poltrona. Comecei a lê-lo, e, aí sim, tive a confirmação que me faltava sobre a verdadeira origem do movimento G12. Já tendo pesquisado bastante sobre esse movimento, com era, como se davam os seus encontros, com informações substanciais do conteúdo desses encontros, ainda que tudo tente ficar em segredo, descobri que o Encontro do G12 estava todo, absolutamente todo, xerox fiel, nos Cursilhos da Cristandade, particularmente nas chamadas “Ultreyas”, como o chamam no movimento católico onde são realizados há muitos anos. . Foi quando vi que esses Cursilhos vêm dos Jesuítas e do Opus Dei. Seu fundador foi um jesuíta, chamado Dom Escrivá.

O Rev. Anselmo Chaves havia escrito esse livro (Os Cursilhistas), justamente para combater, até radicalmente, o Movimento dos Cursilhos da Cristandade, veja bem, em l973. Ele, depois de ser um católico praticante, português de nascimento, converteu-se à fé evangélica, e se tornou um pastor protestante.

Nisto, eu já tinha um livro, de Valnice Milhomens, que respeito muito, ainda que pense diferente, onde ela citava um outro livro, do Apóstolo César Castellanos (Sonha e ganharás o mundo), em que ele diz:

“Em l991, sentimos que se aproximava um maior crescimento, mas algo impedia que o mesmo ocorresse em todas as dimensões. Estando em um dos meus prolongados períodos de oração, pedindo a direção de Deus para algumas decisões, clamando por uma estratégia que ajudasse na frutificação das setenta células que tínhamos até então, recebi a extraordinária revelação do modelo dos doze. Deus me tirou o véu. Foi então que tive a clareza do modelo que agora revoluciona o mundo quanto ao conceito mais eficaz para a multiplicação da igreja: os doze. Nesta ocasião, ouvi o Senhor dizendo-me: vais reproduzir a visão que tenho te dado em doze homens, e estes devem faze-lo em outros doze, e este, por sua vez, em outros doze.”(Sonha e ganharás o mundo - São Paulo - Palavra da Fé - 199 - Pág. 59-60).

Ora, se alguém aparece, dizendo que, em l991, recebeu “a extraordinária revelação do modelo dos doze...”, mas algo que já , veja bem, em l973, um pastor já combatia, como um movimento do Catolicismo Romano, eu só pude pensar nisto: É FRAUDE! Note bem, eu tinha um documento nas minhas mãos! Um livro de l973, já com suas folhas amareladas pelo tempo, que trazia exatamente o que traz a “revelação do Espírito Santo de l991”, e uma dura contestação a ela. Eu tinha, nas minhas mãos, uma prova documental, e a tenho bem guardada.

Não desejo criticar diretamente os Cursilhos da Cristandade dos católicos, esta não é minha intenção, em o fazendo, é apenas circunstancial, mas o que vejo com a mais absoluta restrição é o fato de alguém dizer que teve uma revelação do Espírito Santo em l991, que revolucionaria o mundo, mas algo algo já servido à mesa católica desde os idos de l930, e já falada e combatida por um outro pastor em l973. É aqui que começa o engano no nosso meio, de uma “revelação” de algo já existente, há anos, no seio católico romano. Assim, vi que o movimento do G12 é uma fraude profética, antes de tudo. Vergonha para os católicos? Não! Eles têm o direito de ter os seus programas de treinamento das suas ovelhas, sem dúvida. Vergonha para nós, em que alguém aparece com algo novo no nossos meio, dizendo que Deus lhe mostrou, mas que já é “comida de ontem em outra mesa”.

No livro do Rev. Anselmo Chaves, que mostraremos algumas páginas aqui, ele diz, veja bem, em l973, que houve um congresso latino-americano do Movimento dos Cursilhos da Cristandade em Bogotá, capital da Colômbia, em l968, que teria servido para a difusão desse movimento em toda a América Latina. Ora, como pode alguém dizer que recebeu uma revelação do Espírito Santo, em l991, de algo que mudaria o mundo, mas que já existe desde os anos 30, como movimento de outra religião? E o pior: “o que é dito que o Espírito Santo teria mostrado a esse senhor, em l991, já existia, e, veja bem, em Bogotá. Assim, Bogotá, a terra de origem do G12 é, também, o mesmo lugar de um grande congresso, em l968, dos Cursilhos da Cristandade!”

Alguém precisa confrontar esse senhor, sobre a sua revelação de l991 com o fato histórico do congresso latino-americano de l968, onde se tratou do mesmo programa de avivamento, o mesmo, como vamos ver logo a seguir. Por volta de l992 aparece alguém que diz ter recebido uma revelação do Espírito Santo, como algo novo, que mudaria o mundo, mas que já foi servido na mesa do Catolicismo Romano. Volta a dizer que não critico, aqui, os católicos, ainda que não seja ecumenista, não! Critico veementemente a fraude evangélica, um tipo de “plágio’, de direito autoral usurpado.

O mais duro para mim é ver que, mesmo diante de uma prova inequívoca dessa fraude, ainda há crentes, principalmente pastores, que fecham os olhos, não querendo ver o que está aí. Parecem-se mesmo o povo “cego que tem olhos e surdo que tem ouvidos”, como diz a Palavra de Deus. Para mim, toda a possível autenticidade desse movimento G12, que poderia haver, quando procurei investigar, caiu por terra. Como pode o Espírito Santo dar algo novo à sua Igreja, algo que mudaria o mundo, mas algo que já era conhecido e praticado desde cerca de 60 anos antes. E o pior, originado na mesma terra: Bogotá. Lamento que ainda há gente que crê nisto. O mais duro é quando o povo de Deus coloca a experiência acima da Palavra de Deus, acreditando em profecias do passado, isto é, em profetas que falam do passado. Ora, é fácil falar do passado, mas profetas falam do presente oculto e do futuro, trazendo a sua revelação.

Agora, você verá como o Movimento do G12 é cópia fiel, xerox “inautenticada” dos Cursilhos da Cristandade, outra prova real da farsa. Pesquisando sobre os cursilhos, entrei no Site oficial dos Cursilhos da Cristandade. Ali achei o seu estatuto, registrado em cartório próprio, na cidade de São Paulo. Veja o que diz o artigo segundo:

Art. 2o - Para alcançar sua finalidade, o MCC tem uma estrutura, tem um método próprio, o qual se desenvolve em três tempos ou etapas:

I. O pré-cursilho (PRÉ) no qual se faz a busca ambiental:

a) da área ou ambiente a ser evangelizado;

b) dos líderes desses ambientes

II. O cursilho (CUR) (curso vivencial que dura normalmente três dias), durante o qual se faz a proclamação do fundamental cristão ou Plano de Deus, a integrantes dos ambientes a serem evangelizados, ouvidas e respeitadas as Diretrizes Pastorais Diocesianas.

III. O pós-cursilho (PÓS) no qual se dá a inserção na Evangelização ambiental.

Parágrafo único - o carisma específico do MCC está na sua finalidade que é a conversão pessoal e a evangelização de ambientes.

SITE ORIGINAL: www.cursilho.org.br (consulte este site e verifique isto).

Aí está exatamente as três etapas do Encontro do G12: “Pré-Encontro”(I - Pré-Cursilho) - “Encontro”(II - Cursilho) - “Pós-Encontro”(III - Pós-Cursilho), outra prova de que o G12 veio mesmo dos Cursilhos da Cristandade católicos. Ao invés de “célula”, eles usam o nome “ambiente”. O cursilho de três dias, de que o “Encontro” é similar, e o pós-encontro, similar do pós cursilho.

“Os que quiseram ver, sei que verão, e os que quiserem crer, sei que crerão”, diz o belo hino do Grupo Logos. Veja bem: I - A origem - Bogotá. II - As etapas - Pré-Cursilho (Pré-Encontro) - Cursilho (Encontro) - Pós-Cursilho (Pós-Encontro). É tudo segredo, desde o local da sua realização (igual nos cursilhos e nos encontros) - Proibida a comunicação interpessoal (nos dois movimentos) - fazer lista de traumas e pecados do passado (nos dois movimentos) - choro convulsivo e canto emocionado (nos dois movimentos). Alie-se a isto, a própria origem dos movimentos: Dom Escrivá tinha 13 seguidores, mas um abandonou o movimento ainda no seu início, fato que ele, Dom Escrivá, atribuiu a Cristo e seus 12 discípulos, exatamente o cerne do G12.

Escrevi um livro (G12 Sua Origem e Sua Ligação Com o Catolicismo Romano). Ali mostro que a escada do sucesso e a expressão “sonha e ganharás o mundo”, vem de outro movimento comercial, o chamado “marketing de rede”, cuja maior empresa é a Am Way. Conversando com uma jovem crente, que foi contratada para trabalhar numa convenção da Am Way, em linguagem de sinais, para surdos, ela me disse que ficou espantada de ver montada uma verdadeira operação de convencimento das pessoas sobre o sistema, um tipo de lavagem cerebral. Havia, inclusive, um pastor, que veio dos Estados Unidos, que pregou um sermão sobre vida vitoriosa. Disse-me ela que os líderes dessa empresa chegavam em limusines e o povo presente os tratava como ídolos, tentando tocar neles, em grande euforia. Toda a reunião era conduzida em tom altamente emocional, levando-se as pessoas a um clima de histeria e comoção. Pois saiba você que é disso que vem a expressão, melhor, o conceito do “sonha e ganharás o mundo” e da “escada do sucesso”.

Creio que o Espírito Santo tem mesmo um avivamento espiritual reservado para a sua Igreja, particularmente no Brasil, antes do dia de Cristo. E espero por esse dia. Mas não posso crer num “avivamento de métodos humanos”, de articulações e programas elaborados previamente. Avivamentos espirituais, desde o primeiro, no dia de Pentecostes, ocorreram de modo absolutamente espontâneo. No cenáculo, os discípulos estava orando, e desceu o poder do Espírito Santo sobre eles. Simples e maravilhosamente o Espírito Santo se moveu. Não marcaram dia, hora, lugar. Não elaboraram método de como alcançar o poder e o mover do Espírito. Ele veio, Ele veio, nada mais, nada menos. Foi assim no avivamento do País de Gales, e outros. Não se organizou encontros de três dias, com esse e aquele modo de proceder. Ninguém foi a um avivamento local para aprender como fazê-lo. Simplesmente eles se puseram disponíveis ao Espírito de Deus, em casa, no trabalho, na rua, na igreja, e em todo lugar em que viviam, e o Espírito desceu, movendo-se no seu meio. Portanto, além de tudo o que já mostrei aqui, não posso crer num avivamento de métodos humanos, do “faz assim e assado”, prepara um grupo, leva para um determinado lugar, traça um programa dentro dos moldes originais, e o Espírito Santo vai se mover. Não!

Agora, levantar alguém e dizer: “Eu estava num prolongado período de oração, e Deus me deu uma revelação que vai revolucionar o mundo.” Mas descobrimos que a revelação dada em l991 já existia desde a década de 40, ou de 30, cerca de 60 anos antes. Descobrimos mais, que ela já fora combatida por um pastor evangélico em l973, 18 anos antes. E mais, descobrimos que ela já havia sido “dada” a uma ala radical do catolicismo romano, os Jesuítas, responsáveis históricos pelo martírio de muitos milhares de protestantes inocentes, como os huguenotes, os valdenses, e muitos da inquisição. Não estão esses mártires entre os do Apocalipse, como cremos? Leia Apocalipse 6:9-11.

Vivemos mesmo a era de Laodicéia, da Igreja que diz: “rica estou, e não tenho falta de nada. Mas não sabe, nem vê que é miserável, pobre, cega e nua”. Dói ainda mais, em ver que essa mesma igreja nem ao menos que comprar colírio para os seus olhos, para que veja. Dói muito ver uma gerações de “anjos da igreja”, que são cegos, ambiciosos, cobiçosos de torpe ganância, glutões que enchem o seu ventre pelo desejo desmedido de crescer, como se as igrejas locais do Senhor Jesus fossem lojas de comércio, filiais de uma grande cadeia de lojas que comerciam a Palavra de Deus como mercadoria principal. E põem a Palavra de Deus e o próprio rebanho como saldo de liquidação, a qualquer preço, para fim de estoque. Dói passar em frente a igrejas evangélicas e vê-las como lojas comerciais, cheias de balões de ar, de aniversário, com se ali fosse lugar de brincadeira. Nunca entendi o que significam as bolas de ar aos montes decorando igrejas. Coisa desse tempo.

Nasci e cresci num lar evangélico. Acompanhei de perto os muitos anos do envolvimento da minha família com igrejas locais (na casa de meus pais nasceram duas igrejas). Convivi com pastores e mais pastores desde a minha meninice. Sou filho de pastor, e sou pastor. Mas nunca vi uma geração de pastores tão ruim como a de hoje. A ambição de crescer a qualquer preço, a qualquer custo tem dominado os corações de muitos líderes, hoje. E vem o pensamento: “os outros estão fazendo e estão se dando bem; eu vou fazer também”.

Estão fazendo avivamento de tecnologia no nosso tempo, e isto no meio evangélico. “Vai lá, num Encontro, e aprende como fazer; depois, implanta a visão na sua igreja!” isto é absurdo! Avivamento programado. Avivamento onde mexem com o emocional das pessoas, que programam tudo para não dar uma espaço ao raciocínio das pessoas. Já no portão, na entrada, o domínio começa e uma atividade emenda na outra até ao momento de se sair dali. As pessoas nem tempo têm de pensar!

Vivemos, sim, o tempo do “Evangelho de marketing”. E de marketing eu conheço, pois foi a minha área de formação profissional durante quase 20 anos, pois fui executivo de empresa comercial de grande porte. Por outro lado, temos uma geração de crentes que sente coceira nos ouvidos, querendo ouvir alguma novidade, como se o “velho” Evangelho já não fosse suficiente. De outro lado, vemos uma geração de pastores que engordam os seus próprios ventres com a gordura das ovelhas, como disse Ezequiel (Capítulo 34).

Agora, tenho conhecimento de que teria havido um “racha” no Movimento G12, em que fundaram outro: M12. E tudo seria porque começou-se a cobrar royalties (direito de propriedade) sobre a marca “G12”. Quem usar, tem que pagar! Pouca vergonha evangélica travestida de avivamento. E o pior, com a chancela indevida do Espírito Santo. Avivamento pago, com registro no INPI (Instituo Nacional de Propriedade Industrial), assim, “avivamento fabricado e pago”. Por isto, eu disse que temos, neste tempo, a pior geração de pastores no nosso meio. E, em meio ao que digo, rendo honra aos verdadeiros pastores, homens que podem olhar para o texto de Ezequiel 34 e o ler com a consciência tranqüila.

Sei que esta minha palavra pode parecer absurda, radical e destemperada a muitos que lêem este artigo. Isto deverá gerar protestos de muitos. Mas isto está na Bíblia, quando o Senhor procurou um homem que estivesse tapando a brecha, e não achou: Veja: “E busquei dentre eles um homem que estivesse tapando o muro, e estivesse na brecha perante mim por esta terra, para que eu não a destruísse; mas a ninguém achei.” (Ez. 22:30). A Igreja de Jesus está, sim, no cativeiro, neste tempo. Igreja de Laodicéia, presa no cativeiro de um cristianismo com letra minúscula, de cegueira espiritual. Igreja que busca novidades, com grande coceira nos ouvidos, cumprindo a profecia dos que sentiriam coceira nos ouvidos, querendo ouvir novas doutrinas, pois já o “velho Evangelho” não lhes é suficiente. Já há, entre nós, pregadores até de grande sucesso, dizendo: “Deus me deu uma revelação sobre a graça que nunca antes sobre alguém”.

Minha formação profissional se deu, por muitos anos, no comércio de grande porte, onde fui gerente geral de duas cadeias de lojas de departamentos. Hoje, em qualquer empresa, executivos dedicam-se de corpo e alma, põem mesmo suas almas, no afã de crescer e crescer, superando os concorrentes. Essa “escada do sucesso” domina de tal modo suas mentes, que muitos estão perdendo suas famílias, seus casamentos, por tanto trabalho. Isto é um preciso paralelo com o que está ocorrendo no nosso meio. Pastores empresários, que fecham os olhos para a Palavra da Verdade, desprezando a Palavra de Deus diante das experiências espirituais, ou espirituosas à nossa volta. “Não importa o que diz a Bíblia, importa que dá resultado, que os outros estão fazendo e devemos fazer também, para não ficar para trás”. Hoje, ninguém quer ficar para trás, como se vivêssemos um “evangelho capitalista”, da livre concorrência.

É daí que virá, virá mesmo, e ninguém vai impedir, porque Deus, o Grande Deus, Senhor dos tempos e estações, determinou assim, a aliança com o anticristo. É aí que virá, nos braços dessa aliança, o ecumenismo mundial, liderado pela cidade das sete colinas, ou sete cabeças, Roma. E, pasme, o ecumenismo virá por um “avivamento”. Pentecostais e carismáticos verão que, acima das “pequenas diferenças doutrinárias” há um “mover do Espírito” lá e cá. Precisamos entender que sete anos do governo do homem da iniqüidade é muito pouco para que tudo se organize. Ali, haverá o ajuntamento das partes, das peças desse grande jogo da história da humanidade, para aqueles sete anos, quando tudo será posto em cena. As cortinas se abrirão naqueles sete anos, mas a preparação do cenário já começou.

Com esta mesma ousadia, sem temer ninguém, não me deixei enganar por esse espírito de mentira, de alguém que, cara de pau, surge dizendo que “recebeu do Espírito Santo uma revelação de algo que vai mudar o mundo, durante um prolongado período de oração”. E um grande número de pastores insensatos e crentes mal-conduzidos entra nessa. Mas, indo aos livros deixados por meu pai, descubro que a “revelação de l991” era de algo que já se fazia, havia décadas, como se o Espírito Santo andasse atrás dos fatos. Nem mesmo a Igreja de Jesus deve andar atrás dos fatos da história, pois o Senhor Jesus disse que o Espírito Santo nos falaria das coisas que haveriam de vir(futuro).

Por fim, chego à triste conclusão de que o Senhor Jesus precisa mesmo voltar logo, e creio que Ele voltará muito em breve, e por dois motivos básicos: 1- Livrar os seus verdadeiros fiéis, o seu povo, deste mundo que vai engolindo e deitando a verdade por terra, e tornando impossível de os verdadeiros servos de Deus permanecerem aqui. 2- Livrar as suas ovelhas de pastores do nosso tempo. O Senhor Jesus voltará logo, logo, por esses dois motivos básicos.

Mas, se você é um pastor, e tem a mais plena consciência de que é um homem de Deus, eu o abraço, e digo a você, por consolo, que, como Deus disse por Ezequiel, que procurou um homem que estivesse tapando a brecha do muro, e não achou, naquele mesmo tempo, havia o próprio Ezequiel, e mais, Daniel, Ananias, Misael e Azarias, além de Jeremias. Mas, ainda que tivessem se esforçado, servindo a Deus com fidelidade, num tempo de uma geração corrupta, suas forças foram insuficientes para isso, pois a brecha era muito grande, mas, talvez, não tão grande como a dos nossos dias. O pior, hoje, é que o cativeiro que se aproxima, e o sermão escatológico de Jesus mostra, como o Apocalipse, que o tempo da religião mundial única se aproxima, e já mostra o seu ar.

Por último, eu vou profetizar algo aqui. Quem tem ouvidos, ouça: O ecumenismo mundial virá pelo caminho que menos se podia esperar, até aqui: virá por um “mover do Espírito” por um avivamento”. Veja o que o diabo é capaz de fazer, promover o ecumenismo mundial exatamente pelo povo que mais o combate e rejeita: o povo pentecostal”.



Veja abaixo as imagens do livro do Reverendo Anselmo Chaves:



Estas são a capa e a primeira página do livro original do Rev. Anselmo Chaves, publicado em 1973.

Neste livro, como você verá pelas páginas seguintes, Anselmo Chaves já combatia as práticas dos Cursilhos da Cristandade, práticas absolutamente semelhantes às do G12, hoje.

Você verá que, contrariamente ao que alega o Sr. César Castellanos, de que teria recebido uma revelação do Espírito Santo, em l992, essa “revelação” vem de décadas atrás, quando os Encontros (Ultreyas) já eram realizados pelos Cursilhos, dentro da Opus Dei, uma associação que volta à tona, nesses nossos dias, na imprensa mundial.

Esse livro, cujo original guardo com especial cuidado, é uma prova documental da fraude dos Encontros do G12. A pretensa revelação que mudaria o mundo já existe há décadas, chegando ao Brasil no fim dos anos 50. Você verá a completa semelhança.


------------------------------------------------------------


Aí está, na foto ao lado, Dom José Maria de Escrivá, fundador da Opus Dei e do movimento dos Cursilhos da Cristandade.

O Opus Dei tem sua origem na Espanha, entre os Jesuítas, a ordem religiosa responsável pela Inquisição e outras perseguições a protestantes.

O próprio Papa João Paulo II reconheceu os “excessos” cometidos pela Santa Inquisição.

------------------------------------------------------------


Aqui está o conceito do “grupo dos doze”. O jesuíta Dom Escrivá foi o que ligou os doze que lhe restaram, no seu movimento, aos doze discípulos de Jesus.

Observe que isto data de l932, cerca de 60 anos antes da revelação do Modelo dos doze, ou grupo dos doze, de César Castellanos.

Observe que isto foi escrito pelo Rev. Anselmo Chaves e publicado em l973, 18 anos da “revelação” recebida, “do Espírito Santo”, por César Castellanos.


------------------------------------------------------------



Na página 44, o Reverendo Anselmo Chaves, veja bem, em 1973, ele já falava do processo que chamou de "lavagem cerebral" a que as pessoas participantes dos cursilhos eram submetidas.

Hoje, nos encontros dos G12, os métodos são os mesmos, rigorosamente os mesmos, com algumas características evangélicas.

Especialmente quem já participou de um encontro do G12 pode testemunhar a tremenda semelhança.

Confissões do passado, escritas em papel, depois queimadas.


------------------------------------------------------------

O Padre Martinechen, segundo o Rev Anselmo Chaves, era um opositor, na época, dos cursilhos. Mesmo no seio romano, a Opus Day encontra resistências.

Vale dizer que esse movimento nasceu na Espanha, berço também da inquisição.

Veja o que é dito acima no final da página 51.

------------------------------------------------------------


Nesta página acima do livro "Os Cursilhistas", o Rev Anselmo Chaves narra o diálogo entre dois homens dentro de um elevador no Rio de Janeiro.

Leia este diálogo, ocorrido, veja bem, por volta de 1970, e veja a incrível semelhança, "tremenda", como gostam os encontristas do G12 de falar: "É tremendo".


------------------------------------------------------------


Olhe bem, até a expressão chave dos encontros do G12: "É tudo segredo". Não se sabe previamente o local do encontro. É assim, há décadas, nas Ultreyas Católicas e nas versões evangélicas, os Encontros. É rigorosamente o mesmo.

------------------------------------------------------------


Veja que os métodos são absoluta e rigorosamente os mesmos: uma massificação contínua sobre as mentes dos participantes, desde a sua chegada, não lhes dando tempo para pensar, refletir ou ponderar. Um segmento das ministrações vem logo após o outro. Não há tempo para nada além do que colocam aos participantes. Semelhança, incrível semelhança.

O resultado, na grande maioria dos presentes, é o impacto emocional que trazia o choro com soluços, e as confissões de culpa, etc. Exatamente o mesmo nos Encontros do G12. Os participantes, num e no outro evento, são levados, primeiramente, a um sentimento de culpa muito forte, confrontando esse sentimento com a cruz de Cristo, o que produz um forte choque emocional.


------------------------------------------------------------


Até os resultados desse tratamento de choque são absolutamente os mesmos do Encontro do G12. "ninguém dormia e a maioria chorava", diz o livro acima, citando o depoimento de um participante da Ultreya. E veja bem: em 1970, exatamente 21 anos antes do G12.

Olhe para a página acima e veja a outra semelhança plena: manter segredo absoluto.

Acima, está mais outra incrível semelhança: a presença da música em todo a Ultreya (Encontro para o G12).

Veja o detalhe da despedida. É rigorosamente o mesmo, rigorosamente, não se poder negar.

Há alguma condição de alguém, em sã consiência, negar tudo isto que vimos até aqui? Fatos que mostram que o G12 nasceu num berço bem mais antigo, e não em 1991 ou 1992?


------------------------------------------------------------


Agora, chegamos ao que mais me chocou, na minha constatação de que o G12 era, e é uma cópia dos Cursilhos da Cristandade, da Igreja Católica.

Em 1968, realizou-se um congresso latino-americano dos Cursilos... Onde? Em Bogotá, Colômbia, o "berço" do G12, pela "revelação recebida por Cesar Castellanos, que mudaria o mundo".
Não desejo, criticar os católicos aqui. Repito que eles têm o mais pleno direito ao exercício da sua crença. O que critico é o fato de copiarmos algo de propriedade deles, e dizermos que Deus nos mostrou algo que mudaria o mundo.

Aqui é que aparece algo que deve ser visto por nós: "uma nova receita que já era servida na mesa do povo católico muitos anos antes".

Isto fica feio para nós. Qualquer padre, ou mesmo fiéis católicos que conheçam os Cursilhos, verão que a "nossa revelação" é propriedade intelectual deles, e é mesmo, os fatos o provam.

------------------------------------------------------------


O Espírito Santo é chamado, na Bíblia, de o Espírito da Verdade, e, também, de o Espírito de Revelação. Certamente Ele não há de conduzir a sua Igreja com revelações enganosas, que se mostram fraudulentas na história.

Já pastores têm me ligado, pedindo-me para ver este antigo livro de Anselmo Chaves, para constatarem, in loco, que esse modelo de avivamento já existia no passado.


------------------------------------------------------------

Para maiores informações, fale diretamente com o autor do artigo acima:

Pastor: Pr. Oneias Cezar Filho
Ministério Chama Viva
Avenida Cesírio de Melo, 3973
Campo Grande, Rio de Janeiro/Brasil
CEP - 23.050.100
Fone: (021)3384 3474 2416 1265

Para mais informações sobre o G12 e sua prática, clique aqui!

Apostila completa que aborda este tema com mais profundidade, clique aqui!
.
Imprimir ou salvar em PDF

36 comentários

Anônimo mod

que pena...

Responder
Anônimo mod

seria mais interessante pregarmos a palavra de salvação do que ficarmos discutindo metodologias, enquanto perdemos tempo com isso o céu está sendo saqueado.....

Responder
Anônimo mod

Uma coisa é certa e ninguem pode contestar, eu fui para o Encontro e fui tremendamente abençoado, depois do Encontro minha vida foi Transformada pelo poder de Deus ali no Encontro, sou testemunha viva que o Encontro Funciona.
Se este Blog for sério e imparcial vai publicar meu comentário.
Meu nome é Deocleciano
Meu e-mail é missolucoes@bol.com.br

Responder
BASTOS mod

Ola, Paz so Senhor a todos. Eu tive a oportunidade de conhecer uma igreja q estava fazendo a mudanca de Visao de celulas no modelo G-12. E cheguei a ir ao encontro. Eu (particulamente) n posso falar mal. Vi mtas pessoas serem curadas. Outras aceitando Jesus. Vi e acompanhei mulheres q foram libertas e depois suas vidas totalmente transformadas. E q entregaram o coracao realmente ao Senhor e sao uma bencao hj na casa de Deus. Claro q vi tbem q mta gente so firmou na igreja um mes depois no maximo depois do encontro. "Acredito q Deus e misericordioso e conhece a intensao do coracao de cada um".

Responder

Leonardo de Nilópolis-RJ:
Tudo isso é verdade...fui de uma igreja batista "Apostólica" agora(ainda bem q saí de lá antes) g-12 por 3 anos e no início tudo é benção...tudo é lindo e parece estar dando certo...você acha que é o máximo...a igreja é o máximo...o pastor é o máximo...os louvores são o máximo....o ensinamento(até notamos algumas coisas estranhas sim!) é o máximo...mas com um estudo sério da palavra, pedindo sabedoria e discernimento a Deus tudo vai se esclarecendo...demora, mas vem...mudar de igreja é a coisa mais difícil do mundo!Eu mudei e sei disso...agora uma coisa eu te digo: Isso de saber que o g-12 é seita e tudo é só pra quem lê a bíblia e ama muito a doutrina...não adianta ler pouco bíblia e obedecer a Deus e entrar aki e postar mensagem a favor dessa seita diabólica não...tem que comer bíblia orar e ficar atento às pregações! Sou hoje da cristã maranata e sou muito feliz...lá tmb não é perfeito(claro!) mas a palavra é verdadeira e sem cobiça...lá nem se fala de dinheiro...uma bênção! Mas essa mensagem não vai tirar ninguém do g-12 não, só Deus que revela isso pros seus pequeninos...o pessoal q está no g-12 a maioria quer ouvir coisas agradáveis aos seus ouvidos mesmo...poucos como eu conseguem libertação...e quando saí fui muito criticado ainda...Deus abra seus olhos!! A Pazz

Responder

Leonardo de Nilópolis:
Aos "crentes": Vamos parar com essa palhaçada de : Só sei que estou sendo muito abençoado lá...ou...enquanto voces discutem isso pessoas estão famintas da palavra...ou....já vi pessoas que mudaram pra melhor e foram libertas...blá blá blá...vamos falar como adultos na fé não como crianças...esquecer os rudimentos da obra e tudo mais...vamos parar de palhaçada meus filhos...TODA OBRA É OBRA DE DEUS!!voces nunca aprendem kra...fico bobo com isso...toda igreja é igreja de Deus...até a IURD...até igreja do g-12! Todas são igrejas de Cristo e em todas elas acontecem e acontecerão milagres e "salvação"(será?depende!)Eu aceitei Jesus lá no g-12 e eu era um SALVO...sempre fui e vou ser se Deus quizer...Essa coisa de sair de lá é pra quem tem discernimento e conhece profundamente a palavra não é pra menino que gosta de "avivamento" não!Quem tem olhos espirituais abertos entenderam?Eu durante muito tempo era um desses que postaram mensagens aki em cima...mas quando Deus falou comigo: SÁI DE LÁ AGORA! aí que eu tive que sair...porque se eu ficasse seria cúmplice...na ignorância voce pode ficar sim...mas depois de abertos os olhos não...se voce que faz parte do g-12 e não vê nada de errado, não precisa sair não...continua!Eu era de lá mas era salvo...isso que o autor escreveu é só pros cegos começarem a enxergar um pouquinho...PORQUE A LUZ ELA NÃO PODE SER CONTIDA NEM ESCONDIDA ELA PRECISA ILUMINAR E TUDO O QUE O AUTOR ESCREVEU É VERDADE SIM !!O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER ENXERGAR COMO DIZ O DITADO NÉ?! A PAZ !! Tenho muitos amigos meus que continuaram lá na batista...eles não viram o que eu vi, mas se eu for explicar aqui porque só eu vi pode pegar mau e eu não gosto de me elogiar nem falar o que os outros precisam não...fico por aqui...MARANATA !!! e sou pós-tribulacional mesmo sendo da maranata tmb(não sou mole!)Viva a sabedoria e a exegese verdadeira de 2tess. 2:1-3 !!! paz amigos...

Responder

Graça e Paz!

Meu irmão, que achado precioso!

De pouca ou nenhuma valia, no entanto, para quem é cego.

Responder

Creio que devamos combater o que é errado,porém sejamos equilibrados e lembremos que Deus acompanha os que são seus.Uma vez que pessoas se reúnem a fim de falar do evangelho,ainda que haja erros,as pessoas aprendem de Deus e evidentemente aqueles que estão a procura de comunhão com Deus e não de tradições humanas acabam por questionar tais movimentos.A fé é dinâmica e aqueles que tem fome e sede de justiça estão sempre a aperfeiçoar a fé com temor e tremor.Devemos esclarecer os pontos nebulosos,mas com afeto e misericórdia.A mim me preocupa a crítica exagerada e mordaz uma vez que eu mesmo comecei numa família católica mas naõ me contentei com tradições humanas e tenho buscado incessantemente ao Senhor.Quantas vezes errei,mas Deus não me deixou ser tomado pelo erro.Vigiemos sim ,preguemos,mas com um coração misericordioso.

Responder

Com todo o respeito ao Reverendo que escreveu o livro, porque independentemente, parece ser um homem de Deus, porem serei breve em meus comentários, começando pelo primeiro comentário feito no blog que vc gosta do conselho de Gamaliel. Lembre-se que Gamaliel era um FARIZEU que apesar de ser um homem muito inteligente não era um homem de Deus...

A Bíblia diz que devemos fazer prova de tudo e reter o que é de melhor, isso nos mostra que temos que pegar boas idéias porque temos que fazer o Reino de Deus crescer.

Não posso confirmar que tudo isso é verdade porque eu não o conheço. Mais sei que vc teve boas intenções mais analise bem as escrituras para não ter que prestar contas delas mais tarde.

Grato Pdri.

Responder
Alex Tavares... Araguaína TO mod

É tempos de vivermos livres de tudo o que nos prende, de todo cativeiro, diante das adversisades que passamos em tantos momentos e em tantas situações da nossa nossa caminha.
Fui praticamente doutrinado na igreja G12, participei e conclui a Escola de líderes com período de 2 anos, fui líder de Célula, a qual ela se chamava Ungidos do Senhor, fui levantado como um dos 12 do pastor principal da igreja, fui um dos primeiros membros a existir naquela comgregação, eu vivi alguns anos na igreja G12. Meus companheiros que tambem eram 12,um se formando para ser médico, outro para dentista, outro já era advogado bem conhecido na cidade, outro era um empresário e outros já tinham uma qualificação profissional bem formada, eu na época com 17 entrando nos 18 anos desempregado, e sem condições financeiras nenhuma, de poder manter uma faculdade.ACREDITE MEU PASTOR IA MUITO MAIS NAS CASAS DOS OUTROS MEMBROS DO QUE NA MINHA, SE ELE FOI 2 VEZEZ FOI MUITO, SÓ FOI COM MUITA INSISTÊNCIA MINHA. Mais mesmo assim eu acreditava nos ideais do G12 confiava fortemente nas decisões que o meu pastor falava. Acreditava tudo que ele falava, para mim o G12 e a hierarquia era tudo, vinha em primeiro lugar no meu coração. Até na ministração da célula, o qual eu era o lider, eu não podia ministrar uma palavra diretamente da Palavra de Deus (Bíblia.) Tinha que seguir o manual, a apostila G12, caso eu desobedecesse esta "ORDEM G12" Estaria de baixo de maldição. Por alguns anos da minha vida eu vivi desta maneira, acreditava, eu, que eu estava no lugar certo, na hora certa e no momento certo.ERRADO! Hoje tenho 25 anos, e muitas vezes quando eu vou ler a palvra, peço a direção do Espírito Santo de Deus que abra a minha mente de maneira certa e correta, para que eu possa entender de uma forma que o Espírito da verdade quer que eu acredite. Hoje minha vida Espíritual esta firme e forte em Cristo Jesus, deixei de lado ensinamentos humanos, e comecei a andar somente na palavra. Durante esses anos, e até agora, Não ví nenhum milagre na igreja G12 ou M12. Cadê os cegos enxergando? Os mudos falando? cadê os dons de milagres e de profecia? A única coisa que eu vejo e insistidamente e falar sobre prosperidade, visão celular no GOVERNO DOS 12... Multidão,e gritos de "ALEGRIAS" E almas, celulas . Mais os dons que o Espírito de Deus dar eu nunca ví.
Meus irmão, sou testemunha viva, vi tudo isso. Mais peço humildemente a vocês, que acreditem só na palavra de Deus (Bíblia) a palavra do Senhor Deus ela é clára, ela diz: O MEU POVO PERECE POR FALTA DE CONHECIMENTO. Então meus irmãos acredite na palavra que o Senhor Deus te dar e caminhe no sobrenatural do senhor... Mais volto a repetir, tudo, mais é tudo mesmo, tudo na palavra do Senhor. Que Deus os ilumine e dar a vocês sempre vitórias! MSN: alextavares_2@hotmail.com

Responder
Caio Calatroni mod

É, eu também fazia parte de uma Igreja Batista Renovada, que apesar de ter seus problemas (toda instituição regida por homens tem) mas era uma benção, era pregada a palavra de Deus, até que chegou um pastor da visão G12, e ai começou os encontros, até então eu estava analizando tudo que estava ocorrendo, participei dos encontros, como encontreiro depois como encontrista, e fui no decorrer desse tempo estudando a palavra, e analizando o que era pregado, falado, questionado, implantado, etc. Passei a questionar o pastor sobre alguns pontos doutrinarios, querendo mesmo entender, porque até então eu passei a ver que a palavra de Deus estava sendo mudada, acrescentada, distorcida, enfim, para resumir, passaram a me taxar de rebelde, o pastor começou a mencionar o fato indiretamente sobre mim no pulpito, digo, o pastor passou a me alfinetar nas suas pregações, dizendo, por exemplo: "a irmãos que estão procurando na internet coisas para denegrir a imagem da visão, a irmãos que estão questionando a minha pregação" essas coisas, mas eu simplesmente queria entender, queria que ele me explicasse, mas por fim ele veio até minha casa e no meio da conversa (digo que nunca desrespeitei o pastor, de modo nenhum, sempre sereno, e apenas questionando o que estava sendo pregado, somente) ele veio com a história que João Batista perdeu a cabeça por que se rebelou contra Jesus...
claro, essa foi a deixa para eu sair da Igreja, e saí.
Os meus questionamentos eram:
1)Porque ha tanta pressão psicológica no G12, vc tem que ganhar, ganhar, ganhar, se não voce é um infrutivero, e toda árvore que não dá frutos é cortada.(pressão psicológica).

2)Teologia da prosperidade, ha uma pregação só sobre isso, antes da pregação, e a entrega compulsória das primicias para o pastor, se não voce não é abençoado.(ganancia).

3)Maldição hereditária para quem é crente, salvo em Jesus.(Jesus não é suficiente).

4)Unção de chacras nos encontros, isso vem do hinduismo.(heresia)

5)João Batista era um rebelde.(entre os nascidos de mulher não houve outro igual).

6)Muita música e pouca pregação, cultos indo muito além do horário normal, devido as músicas, ou seja, estava sedento da palavra.(pregação trocada por shows)

7)Devemos obediencia ao nosso discipulador, estamos debaixo da cobertura espiritual deles, onde formos, ou que quer que façamos devemos comunicar a eles, além dos nossos pecados devem ser passados a eles.(dominação)

Pelo menos assim era e ainda continua sendo aqui, pois tenho alguns parentes que continuam lá, e são dos principais líderes.

Graça e Paz, que Deus abra nosso entendimento para a verdade.

Responder

A paz a Todos!
O comentário do Irmão Caio Calatroni em 17 de maio de 2011 é uma cópia fiel das dificuldades que tenho em minha atual igreja. Confesso que de inicio quase me deixei levar pelo oba oba deste movimento!! Pela moda de não ter ninguém em pé no culto, " todo mundo arrebatado", quase me senti culpado por nunca sentir vontade de pular ao ponto de cair desmaiado no chão!! Já conversei com o Pastor da igreja, e fui bastante direto ao perguntar " apesar das evidências:de cura interior, peniel (encontro com Deus), maldições de tudo quanto é tipo, etc." se a igreja era G12, a resposta do Pastor Prontamente foi não, mas depois começou a falar de que não é G12 mas que usa alguns metodos "eficases" do G12, não todos só os corretos e depois discorreu sobre um assunto de G12 verdadeiro "bom" e o G12 falso " mal", e que infelizmente alguns pegaram o g12 correto de Castelhanos e distorceram fazendo assim todo o movimento ter dificuldade. Bem, ainda não tomei nenhuma decisão, acredito que este movimento seja de fato uma porta para muitos que não tem Jesus em sua vidas, mas como eu disse "porta" e toda porta serve de passagem para muitos da escuridão para a luz. Enquanto houver o povo do oba oba sempre havera seguidores para o G12. Encerro com as palavras de João 8:32 "E conheceras a verdade e a verdade vos libertará."

Ezequias Mendonça

Responder
Tati Sberse mod

Então,eu faço parte da visão G12, tenho 17 anos, não trabalho, termino o ensino médio este ano e em 2013 se Deus quiser vou ter condições pra fazer uma faculdade. Aqui na minha casa eu, minhas 2 irmãs e minha mãe somos evangélias, meu pai ainda não aceitou a Jesus, mas eu tenho fé nos planos de Deus, e sou paciente pra esperar nEle. Sou humilde pra dizer que temos sempre sempre sempre que aprender mais de Deus. Não há nada de demoníaco ou coisa assim na visão, cara. Deus nos mandou pregar o evangelho, ganhar almas, e para isso as igrejas que são o corpo de Cristo montam certas estratégias vindas de Deus, como convidar o vizinho ou o amigo para ir na igreja, orar (mtmtmtmtmt importante), fazer jejum, enfim muitas coisas. O que há de errado com a visão celular? Nada! Vou dar o exemplo dos jovens: no sábado as 18 horas tem a célula das garotas e outra dos garotos, é uma benção, não é falado bobagem e nem perca de tempo, é falado de Deus, do amor de Deus, de como viver pra Ele é maravilhoso. Depois da célula tem a Rede de Jovens na igreja que começa as 20 horas, como o pessoal já está na célula a gente já convida eles pra irem na Rede, e depois no culto, e buscar a Deus em geral. Me diz, qual é o problema disso? A célula é uma espécie de reunião pra se falar de Deus, pra conhecer mais sobre a palavra dele.
Quanto aos encontros? Pow, a presença de Deus é constante. Não precisa de artista famoso pra fazer o louvor nem nada disso. É Deus quem faz a obra! Quando eu vou é incrível, eu saio de lá renovada sabe? Não que eu não busque á Deus todos os dias, mas é que lá a gente tem realmente um encontro com Deus! Ter um encontro com Deus é a coisa mais maravilhosa que existe! Muitos são salvos, pq aceitam Jesus como seu único e suficiente salvador, pessoas são curadas espiritualmente e fisicamente, somos revestidos com a armadura de Deus, a gente realmente se entrega pra Deus. Me diz, o que há de errado nisso? O que há de errado em convidar algumas pessoas pra irem até sua casa pra conversar sobre o amor de Deus?
Milagres, curas, libertações, eu já vi,eu presencio isso amados. Pessoas sendo curadas de câncer, pessoas com algum tipo de deficiência física ou visual e tal sendo renovadas pelo poder de Deus, já aconteceu isso comigo, sou prova viva. Que tipo de igreja seriamos se não houvesse o poder e mover de Deus há todo o instante? Não foi o pastor ou qualquer um que abençoou, curou,libertou, foi Deus, É DEUS!!!!
E que história é essa de que a gente não recebe dons? Como assim sociedade? Cantar, dançar, pregar... são dons do Espirito Santo. Não são cânticos, danças ou pregações escandalosas não para aquelas pessoas que só buscam sensacionalismo, é feito com dedicação total á vontade de Deus, somos instrumentos usados por Ele! A gente estuda a palavra, e aprende através do Senhor, da sabedoria que Ele nos dá.
E os cultos, bem a pessoa não vai lá e absorve a palavra, ai sai da igreja e não evangeliza ninguém. É o contrário, os cultos não precisam ser demorados, as pessoas que realmente te compromisso com Deus recebem a unção, a palavra, mas qd saem da igreja elas falam do amor de Cristo. A palavra de Deus nos diz que nós temos que multiplicar, sermos árvores frutíferas, e isso não é pressão psicológica não. Pense, ta escrito isso na Bíblia, que é a Palavra de Deus, por que não obedecer? E o amor ao próximo? Como ficam as pessoas que estão perdidas por ai, achando que Deus é nada? É nosso dever como igreja, como corpo de Cristo evangelizar. Me desculpem, mas pra mim, falar de Deus e ganhar meu amigos e parentes pra Jesus não é nenhum esforço inútil, pelo contrário é incrível!
E que unção de chacras? Não existe isso não.
~>~>~>~> continuaa

Responder

Querido irmão, parabéns pela postagem sobre o assunto!! Tudo o que você falou sobre o G12 é verdade!! É um grande engano, é uma fraude. A igreja a qual ainda congrego (batista) adotou uma variação do G12, que é o M.D.A. A igreja ficou dispersa, as pessoas mais antigas sairam para outras igrejas, eu era um pregador do evangelho e professor de escola dominical dentro desta igreja, mas tiraram o meu cargo quando eu me recusei a participar das células e concordar com a "visão". E muitos outros irmãos foram desprezados por não concordarem.
Mas isto é para que se cumpram as palavras do Senhor Jesus quando disse que as verdadeiras ovelhas seguem a Ele e de modo nenhum seguirão aos estranhos, antes, fugirão dele Jo 10:4,5

Não preciso falar muito, pois tu falaste o bastante para aqueles que amam a verdade. Continuemos firmes No Senhor Jesus e digamos não às heresias e ensinos de demônios.

Exaltado seja O Senhor Jesus!!!! A Paz de Cristo, meu irmão...!!!

Moro em Guanacés-Cascavel-ce.

Responder
Anônimo mod

Congreguei durante os meus 02 primeiros anos de conversão numa igreja G12 que depois passou para M12. Lá as pregações eram direcionadas. Tudo era 12. A liderança era tratada como se fosse o próprio Jesus, o qual se vc contrariasse ou não concordasse com alguma coisa, vc seria até expulso e taxado de rebelde e endemonhado. Ah, quando alguém que não concordasse saia, o líder usava o texto de João 6, 60-71, fazendo como se ele fosse Jesus Cristo e a pessoa que saiu fosse o diabo. E o pior que as pessoas com a mente engessada e adestrada, acham que as pessoas que saíram são realmente o diabo, são rebeldes. E ainda tem outra tática, se a mulher tiver a iniciativa e advertir o marido, eles pregam que é espírito de Jezabel. Isso tudo já está no script. O luxo impera no eventos. Criaram o dia do discipulador, onde pessoas assalariadas fazem contas e mais contas para comprar presentes para seus líderes, às vezes deixando de suprir as necessidades básicas de casa. Se eu fosse colocar a minha experiência aqui...acho que não teria espaço. A paz do Senhor a todos.

Responder

faço parte de uma igreja onde quiseram trazer esse M12, o pastor na época chegou a dizer que essa era única forma de fazer a igreja crescer. Ocorreram muitas brigas, confusões, bate boca dentro da igreja e por fim houve a separação, o então pastor saiu da igreja por acreditar no M12 e levou a maioria dos jovens da igreja e tbm alguns senhores, ele abriu uma igreja e até hoje eles congregam nessa visão, isso tem um ano que aconteceu! Eu participei do encontro antes de acontecer tudo isso, lá tive uma experiência maravilhosa, eu não esqueço até hoje, porém algumas coisas fogem da bíblia, como a cura interior, no fim da pregação nós temos que escrever em um papel nossos pecados que cometemos no passado, depois de escritos nós colocavámos os papeis numa cruz de madeira e ali aqueles papéis eram queimados e tinhamos q ficar correndo ao redor da cruz, isso nos dava a sençassão que depois daquilo nossos pecados foram perdoados, esquecidos e enfim estamos livres daquele pecado. Eu vi que isso foge da bíblia pq Jesus morreu por mim e Ele levou sobre si meus pecados, Ele me fez livre e não um pedaço de papel queimado numa cruz, outra coisa é a maldição hereditária, eles nos fazem pedir perdão até pelo meu tataravô... Enfim são muitas coisas, esse M12 separa a igreja e devemos ser um, unidos. Temos que pedir dicernimento a Deus e orar!

Responder
Anônimo mod

A apostasia jaz às portas das igrejas, estas já estão sendo
quase totalmente tomadas por emissários trasvestidos de ovelhas.Mas sendo lobos devoradores cruéis. Maldita a teologia da prosperidade, maldito o ecumenismo e, desavergonhados os pastores que passivamente ficam a invejar, sem denunciar os representantes de Momam...Emfim, maldito o homem que confiar em pastores, padres, pais de santos, rabinos, igrejas, sinagogas etc.etc.etc.

Responder
Anônimo mod

A questão não é que o G12 ou M12 não possam ter pessoas que realmente sintam a presença de Deus. Pois quem O busca em espírito e em verdade, encontra o Senhor.
Mas o problema é que o fundamento disto esta errado, a fonte que é contaminada, pois nasceu através da seita Opus Dei, e aquele pastor colombiano disse que "teve uma revelação", só que engraçado não, muitos anos antes isso ja havia acontecido por meio da igreja católica, portanto ele não teve revelação coisa nenhuma, ou melhor, pode sim ter tido, só que do inferno.
Aí depois vem um outro pastor, brasileiro, (que se buscarem vão saber muito mais sobre seu carater...), usurpou da "visão" do colombiano e aí ja viu, virou essa embolada toda... Isso é pra encher o bolso "desses", para tirar os crentes do foco que é o Senhor Jesus Cristo, ou seja, uma escola "maquiada" uma seita, uma "arapuca pra crente"...
Me desculpem, isso é uma seita, já participei e sei o que digo, não tem espaço para os ministérios, mas somente para "pastor de líderes", usam-se apostilas, com desculpas que tem os versiculos da Biblia, mas nas células o que vale é a apostila... você não pode fazer nada que esteja fora do "script", ou seja, existe uma "ritualística" por trás disso, e isso explica o fanatismo, a idolatria, a cegueira e a formação de uma egrégora! Terrível...
O que querem são metas, células, almas e quem não concorda, está "fora" te rotulam como que você não cumprisse o "ide" de Jesus, mas não sabem o que é isso, e estão fazendo um "ide" fora da Verdade... Os louvores são todos (ou na sua maioria) contaminados, prontos para moldar sua mente, assim, aos poucos, sem voce perceber, até o mais crente cai nessa, cuidado!
Mas ouçam os que tem ouvidos...
Que o Senhor Jesus Cristo de Nazaré abençõe à todos.
Se você faz parte do G12 ou M12, fique em Paz, continue, mas peça para o Senhor abrir seus olhos espirituais que um dia voce irá entender. Mas se você já tem entendido sobre isso, você já não é mais ignorante e como o Senhor não tem o culpado por justo, então saia!
E sereis libertos se verdadeiramente o Filho vos libertar.

Responder
Anderson mod

Olá Bereianos gostei muito da sua publicação meu pai é Batista fundamental enquanto minha mãe é de uma igreja do G12 (Comunhão e adoração em Cristo) estava ouvindo uma pregação de Rádio e decidir-me a saber mais do assunto foi quando achei o seu site fico grato. (Leiam o meu comentário).

Responder

Graça e Paz meus irmãos!

Irmãos em Cristo devemos parar de pregar a doutrina de nossas igrejas e pregarmos um pouco mais a palavra do Senhor nosso Deus, não existe igreja ou pastor mais "santo", todos somos pecadores que somos santificados pela palavra do Senhor nosso Deus, pois foi através do Filho do Pai, o Senhor Jesus Cristo, tivemos a possibilidade de ter nossos pecados perdoados assim que nós nos arrependemos e somente através da palavra do Senhor nosso Deus e através de Jesus Cristo seremos salvos. Sua igreja não irá te salvar se não for pelo amor do nosso Pai seu pastor não irá te salvar se não for pelo amor de nosso Pai, o poder de julgar é do Pai e aquele que julgar na terra sera Julgado pelo nosso Pai(Mt: 7,1 ao 18). posso dizer ao nossos irmãos que tive em duas igrejas antes (a Assembléia de Deus do ministério de Madureira e a Universal do Reino de Deus, fui batizado nas águas mais o batismo com Espirito Santo só veio a acontecer no Encontro com Deus promovido pela minha atual igreja que é uma célula Batista no modelo dos 12, o que posso dizer a vocês do encontro com Deus é que são 24 horas de Estudos Bíblicos e Ministrações todos os dias tirando as horas de se alimentar (quando não em jejum)e dormir. Do mais aconselho aos irmãos que não participaram ainda e aos que já participaram e não tiveram uma resposta de Deus que vão com a única vontade de buscar à Deus e ter um crescimento Espiritual se possível jejuarem e fortalecerem o Hábito da leitura diária da Bíblia de acordo com o que Deus colocar em vossos corações nos dias que antecederem os encontros e verá Deus fala na sua vida Grandemente, Amém!

Responder

Crentes em cristo o evangelho nao fala sobre g12 abra os seus olhos pois de joelho em casa voce pode ser renovado nao e um encontro que voce dis que ali voce se converteu de verdade irmaos se vote pra palavra pois meu povo peca por nao conhece as escrituras

Responder

Boa noite me chamo Thiago moro em Mangaratiba sou pentecostal nascido e criado na igreja, diferente do que muitos irão imaginar não sou um escandaloso que fica rodando como louco, faco um culto racional ao senhor, estive pesquisando muito sobre o assunto, a igreja ao qual eu fazia parte foi desfeita apos a inclusão da visão celular, o g12, achei que estava livre de toda essa hipocrisia e Falco cristianismo, ate oa dias de agora, minha namorada se mudou com a familia e foram parar em uma igreja que adota o sistema, sou conhecedor das escrituras e sei que isso é uma estrategia do maligno pra acabar com o corpo de Cristo, mas estou desesperado pois meus sogros estão alucinados com a ideia toda e o encontro e tudo mais todo esse marketing q é feito, e sei que os efeitos do encontro muita das veses são catastróficos, é um tratamentk de choque e tenho medo do que vá acontecer com ela, n sei mais o que fazer por favor irmãos me ajudem em oração

Responder

muitos pastores que condenam o movimento G12 ensinam suas doutrinas heréticascomo:maldição hereditaria, cura interior, confissão positiva, e etc...

Responder

Fuja disto povo de Deus!
G12, M12 e MDA nasceram no mesmo berço e trazem confusão e heresias para o seio da igreja, e o PR. Que entra nisto é por pura ganância, pois uma visão que coloca a prosperidade acima do arrependimento e mudança de vida, pede oferta nas células, pede oferta no Tadel, pede oferta, pede oferta, pede oferta e considera o momento de comer como mais importante que a palavra na célula, tá de sacanagem... Tem muita gente enchendo as contas bancárias com as conferências que ocorrem toda a semana.por favor, abram os olhos enquanto é tempo!

Responder

Nossa que maravilha de texto!! Tá explicado porquê eu tenho aversão a G12, M12. Quem viveu, na época que o evangelho era pregado na simplicidade, sem esses adornos e jogadas de marketing, não se acostuma com essa robotização do evangelho de CRISTO!!!! Esses movimentos só querem saber de números, quantidades, trata irmão como um premio, conquista um troféu!!! não como uma alma que precisa ser cuidada!!

Responder

Misericórdia tbm tive o desprazer de participar desta seita isso e terrivel vou resumir pq muitos ja falaram bastante, mas na ultima reunião se faz com os grupos de 12 vc é induzido a liberar perdão a Deus, isso pra mim foi a gota d'água, eles te fazem crer q tudo q vc passou foi vontade de Deus entao por último vc libera perdao a Deus, gente isso é maldiçao pura, dru uma divisão enorme na igreja e as pessoas apoiaram isso hj nao conseguem se firmar tem muitos casais separados, jovens q perderan a vida, jovem afastados do caminho...

Responder

Meu relacionamento acabou assim... Sofro fazem dias... Sem mais acreditar que a mente deles irá mudar... Sinto muito por você meu amigo... Passei pela mesma situação... Que Deus tenha misericórdia e piedade desse lunáticos...

Responder

Não consegui encontrar argumentos forte o suficiente para descaracterizar o G12 como uma prática anti cristianismo. Falar que já existia, que a relevação x ou y foi infundada não descarateriza. A prática é muito mais organizacional do que espiritual. Tudo que esta na biblia é a prática espiritual e tudo o que o homem "inventa" é uma prática organizacional e de estratégia para se ganhar mais almas, estar antenado com o momento etc....Não sou a favor e nem contra o G12, apenas queria entender qual o FUNDAMENTO BIBLICO que faz com que ele perda o sentido das práticas em igrejas do Brasil.

Obrigado,

Responder
Anônimo mod

Estou postando como anônimo porque realmente não posso me identificar.
Eu fui ao encontro, e ainda participo de uma igreja que abraçou o modelo g12. No início é maravilhoso. O realmente é eficiente, todavia, tudo muda após o pós encontro.
Todos os congressos são com entrada paga, e quem participa do governo dos 12 da igreja, é fortemente agravado com a tirania e opressão dos líderes, que estão sempre dizendo que "ser 12 não é conforto, mas confronto".
Muitas vezes nos vemos obrigados à deixar de ir trabalhar, afim de atender as exigências de nossos líderes. Quem tem família, sofre muito mais, pois tem que negar os cuidados com os filhos para atender exigências, que pode levar dias.
Eu muito desejo me retirar desta igreja, mas sou casado com uma parente do pastor presidente, e isso tem causado conflitos no casamento por conta de divergentes pensamentos.
Deus nos chamou para sermos livres, mas o g12 nos escraviza.

Responder

Se você acredita nessa besteira de g12....! Meu amigo !!!! Vá assistir. Tele tabbis

Responder

Procure um psiquiatra urgente!!!!

Responder

Não se iluda com pirulito na boca...! Você provavelmente ainda não viu o ' quadro '. Todo...!

Responder

<<<< PARABÉNS...!!!!!!! VOCÊ TEM A VISÃO CERTA, NA HORA CERTA...!!! CONTINU . VIGIANDO COISAS TERRÍVEIS ESTÁ PARA SURGIR.

Responder

É como diz um ditado...! O pior cego...........!
EM TERRA DE CEGO QUEM TEM UM OLHO É. REI.....!

Responder

Você é mal informado.......

Responder

Ué, o que impede o ES re-velar algo que ele já tinha mostrado anteriormente? Ou tinha que ser pelo livro?
Até onde foi citado, o cara não falou que era um modelo "novo", e sim "revolucionário".

Muitos acertam, todos erram. Não podemos cobrar de nós (inclusive igreja) o que só vamos encontrar no Jesus.

Responder

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

1 - Poste somente o necessário. Se quiser colocar estudos, artigos ou textos grandes, mande para nós por e-mail: bereianos@hotmail.com

2 - A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Comentários com conteúdo ofensivo não serão publicados, pois debatemos idéias, não pessoas. Discordar não é problema, visto que na maioria das vezes redunda em edificação e aprendizado. Contudo, discorde com educação e respeito.

3 - Comentários de "anônimos" não serão necessariamente postados. Procure sempre colocar seu nome no final de seus comentários (caso não tenha uma conta Google com o seu nome) para que seja garantido o seu direito democrático neste blog. Lembre-se: você é responsável direto pelo que escreve.

4 - A aprovação de seu comentário seguirá os nossos critérios. O Blog Bereianos tem por objetivo à edificação e instrução. Comentários que não seguirem as regras acima e estiver fora do contexto do blog, não serão publicados.

Para mais informações, clique aqui!

Blog Bereianos!