Refutando as Seitas - Parte 1 (Testemunhas de Jeová)

image from google

Nesta série de dois artigos analisaremos as principais crenças heterodoxas de duas seitas que vem crescendo de modo assustador e que tem enganado muitas pessoas sinceras. Iremos expor fatos e ensinos que muitas vezes são desconhecidos até mesmo pelos próprios membros dessas religiões. O objetivo desta série é alertar os filhos de Deus quanto aos ataques que essas seitas fazem contra a ortodoxia cristã. Primeiramente, proporemos uma definição heresiológica de seita e exporemos as falsas doutrinas da
Organização Torre de Vigia das Testemunhas de Jeová, num segundo artigo trataremos das heresias da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Em ambos os artigos, fontes primárias foram consultadas a fim de não se atacar espantalhos, mas sim fazer uma análise fiel e séria desses movimentos.

A religião das Testemunhas de Jeová não é uma Igreja Cristã, mas uma seita. Essa posição é negada pela Organização Torre de Vigia, que entende que “Longe de ser uma seita perigosa, a religião das Testemunhas de Jeová beneficia seus membros e outras pessoas.”[1] Contudo, a verdade de uma religião não é determinada pragmaticamente, as Testemunhas de Jeová negam os pilares básicos da Ortodoxia Cristã, e não se pode pensar que alguém seja verdadeiramente salvo sendo fiel aos ensinos básicos dessa religião. 

A princípio é importante definirmos o sentido em que a palavra seita é usada neste artigo. A palavra “seita”, conforme usada aqui, se refere a todo grupo religioso que nega as doutrinas centrais do Cristianismo, em especial (mas não só) as relacionadas à Salvação, Bíblia e Trindade, representadas pelo acrônimo SBT[2]:

  • S: Salvação pela Graça, sem méritos humanos – Efésios 2.8-9
  • B: Bíblia como Palavra de Deus e única regra de fé – João 17.17
  • T: Trindade: Um só Deus subsistindo em Três Pessoas distintas – Mateus 28.19[3]

Vejamos, de maneira geral, um pouco sobre as Testemunhas de Jeová:



    BREVE RESGATE HISTÓRICO [4], [5], [6]
  • 1870: Charles Taze Russell lidera um grupo de estudantes da Bíblia.
  • 1876: O ano de 1914 é marcado como a data do Fim da Era Cristã.
  • 1879: A revista a Sentinela condena toda a Cristandade como a “Babilônia”.
  • 1882: Ocorre a publicação de um artigo contra a Trindade.
  • 1884: É Fundada a Sociedade Torre de Vigia.
  • 1909: A Sociedade Torre de Vigia muda para Brooklin – NY.
  • 1916: Morte de Charles Taze Russel.
  • 1918: Prisão de Joseph Rutherford, sucessor de Russel.
  • 1919: Rutherford é liberto da prisão. 
  • 1931: Os estudantes da Bíblia adotam o nome Testemunhas de Jeová. 
  • 1950: É Publicada a Tradução do Novo Mundo e a partir de então a religião cresce. 

A História das Testemunhas de Jeová é marcada por várias profecias falsas não cumpridas, como marcação de datas para o Amargedom, a exemplo de 1914 e 1915 (Fim dos governos humanos), 1918 (Queda da Cristandade), 1925 (Ressurreição dos patriarcas), 1975 (Milênio). Além de 330 mudanças de crenças, sendo a última (a qual tenho informação até a data desta publicação) relacionada ao início do que eles chamam de “cativeiro babilônico”. A mudança é explicada na Sentinela de 1 de Março de 2016[7]. 


Segue-se alguns exemplos de ensinos que mudaram e hoje não são ensinados mais: A porta do céu fechou em 1935, pode-se comemorar natal e aniversários, Jesus merece adoração relativa, as autoridades de Romanos 13.1 são Deus e Cristo, os sodomitas serão ressuscitados[8], transplante de órgãos é canibalismo, vacinação é pecado, a Pirâmide de Gezé é a pedra de Testemunho de Deus, a presença de Cristo começou em 1874, Miguel em Apocalipse é o Papa; a geração de 1914 vai estar viva no Amargedom. 

CRENÇAS SOBRE A BÍBLIA 

Na prática, as Testemunhas de Jeová dão mais autoridade às publicações da Torre de Vigia do que à própria Bíblia, seja por ensinar que só a organização pode interpretá-la corretamente, seja por dizer que a leitura da Bíblia somente não é suficiente para compreender o plano divino (confira: 1 João 2.27): 

“Assim, a Bíblia é um livro de organização e pertence à... organização, não a indivíduos, não importam quão sinceramente creiam poder interpretar a Bíblia... a Bíblia não pode ser devidamente interpretada sem ter presente a organização visível de Jeová Deus.” (A Sentinela, 1968).[9]

“...as pessoas ao estudarem apenas a Bíblia não podem discernir o plano divino... se alguém puser de lado os Estudos das Escrituras [isto é: as publicações da Organização], ... após os ter lido por dez anos – se então os puser de lado e ignorá-los ... dentro de dois anos estará em trevas. Por outro lado, se tivesse lido os Estudos das Escrituras [isto é: as publicações da Organização], com suas referências, e não lessem uma página da Bíblia sequer, esse alguém estaria na luz no fim de dois anos...” (A Sentinela, 1910).[10]

A versão da Bíblia das Testemunhas de Jeová, chamada de Tradução do Novo Mundo também apresenta vários erros, tais como, o acréscimo do nome “Jeová” 237 vezes no Novo Testamento, a substituição de “cruz” por “estaca”, a tradução “A Palavra era um deus” em João 1.1, a substituição de “Espírito” por “força ativa” em Gênesis 1.2 e a tradução “prestar homenagem” ao invés de “adorar” em Hebreus 1.6. 

CRENÇAS SOBRE DEUS

As Testemunhas de Jeová negam os ensinos bíblicos de que há um só Ser divino (1 Coríntios 8.5-6), de que Deus é Onipresente (Jeremias 23.23-24; 1 Reis 8.27) e de que Ele sabe todas as coisas (Hebreus 4.13). Além de ensinarem que Deus tem copo[11]:

“Sabemos que é comum as pessoas dizerem que há somente um Deus, mas não é isso que a Bíblia ensina. Ela diz que há somente um Deus todo poderoso e esse é jeová que merece nossa adoração. Entretanto ela ensina que outros seres são considerados divindades secundários por terem origem em jeová, mas não devem ser adoradas.” (Daniel Oliveira) [12]

“Muitas pessoas acreditam que Deus é onipresente, ou seja, que ele está literalmente em todo lugar e em tudo... segundo a Bíblia, Jeová Deus tem um lugar de morada... O fato de Jeová ter um lugar de morada indica que ele não está em todos os lugares ao mesmo tempo”.[13]

A ideia de que Deus ‘sabe tudo’ pode facilmente levar alguns a concluir que Deus sabia de antemão que Adão e Eva o desobedeceriam... Jeová usa sua habilidade de prever as coisas de forma seletiva, quando isso é necessário e de acordo com as circunstâncias.[14]

CRENÇAS SOBRE JESUS

As Testemunhas de Jeová ensinam que Jesus é um deus poderoso, a primeira criatura de Jeová e o arcanjo Miguel. Ensinam também que Jesus não morreu numa cruz, e que seu corpo foi destruído ou “evaporou” depois de sua morte. Alegam que Jesus ressuscitou apenas como espírito. Em contraste, a Bíblia dá indicações de que o arcanjo Miguel não é Jesus (Daniel 10.13), de que Cristo morreu numa cruz de braços abertos (João 20.25; Mateus 27.37) e ensina que Ele ressuscitou em corpo físico (Lucas 24.39). Além disso, a Bíblia Sagrada apresenta Jesus como Deus absoluto:

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com o Deus e Deus era o Verbo. Ele estava no princípio com Deus. Tudo foi feito por ele, e sem ele nada foi feito” - João 1:1-3

Senhor, foste tu quem fundou a Terra e fizeste o universo com as tuas mãos, contudo, isso um dia desaparecerá, mas Tu permaneces para sempre, tudo acabará como roupa velha e Tu os mudarás como vestuário que deixa de ser usado, mas Tu és sempre o mesmo e tua vida não tem fim.” - Hebreus 1:10

CRENÇA SOBRE O ESPÍRITO SANTO

A Torre de Vigia nega o ensino bíblico de que o Espírito Santo é uma pessoa divina (Atos 13.2) e o próprio Jeová (2 Coríntios 3.17-18). O ensino jeovista é de que o espírito santo é a força ativa onipresente e invisível de Jeová:

“O espírito santo é a mesma força que Deus usou para criar o universo. Podemos ver isso no segundo versículo da Bíblia. Gênesis 1.2 diz ‘A força ativa de Deus movia-se por cima da superfície das águas. ’ ... O espírito santo é a força ativa invisível que Deus usa para realizar seu propósito e expressar sua vontade.”[15]

CRENÇAS SOBRE A SALVAÇÃO [16]

Ensinam que há salvação somente sendo fiel aos ensinos da organização Torre de Vigia das Testemunhas de Jeová:

“Aqueles que desejam a salvação têm de vir à organização de Jeová, e encontrar entrada nela e permanecer ali permanentemente” - The Watchtower, 1951 
“...o testemunho dado agora ainda inclua o convite de vir à organização de Jeová para a salvação” – Sentinela, 1981
“Mas, se nos afastarmos da organização de Jeová, não haverá outro lugar para ir em busca de salvação” - A Sentinela, 1993 [17]

A religião das Testemunhas de Jeová divide os salvos em dois grupos, ignorando o ensino bíblico de que o povo de Deus seria “um só rebanho” (João 10.16):


  • 144000: filhos de Deus, serão poderosas criaturas espirituais no céu, nascem de novo, são batizados com espírito santo, participantes do Novo Pacto, podem comer da Santa Ceia, os ungidos, têm Jesus como Mediador.
  • Grande Multidão: População de súditos do Reino. Poderão perder a salvação nos primeiros 1000 anos no paraíso. “Deus não as adota como filhos espirituais, assim como faz com os 144.000.”  (Sentinela, Fevereiro de 1988)[18]

CONSIDERAÇÕES FINAIS


Diante dos absurdos ensinados pelas Testemunhas de Jeová, cabe a nós pregarmos a elas a verdade, tomarmos cuidado com suas heresias de perdição e demais erros doutrinários, além de orarmos por elas. A Organização Torre de Vigia é um instrumento usado pelo maligno que têm levado muitas pessoas sinceras ao erro e ao engano. Sigamos as instruções de Paulo:


Eu lhes digo isso para que ninguém os engane com argumentos aparentemente convincentes. Porque, embora esteja fisicamente ausente, estou presente com vocês em espírito, e alegro-me em ver como estão vivendo em ordem e como está firme a fé que vocês têm em Cristo. Portanto, assim como vocês receberam a Cristo Jesus, o Senhor, continuem a viver nele, enraizados e edificados nele, firmados na fé, como foram ensinados, transbordando de gratidão. Tenham cuidado para que ninguém os escravize a filosofias vãs e enganosas, que se fundamentam nas tradições humanas e nos princípios elementares deste mundo, e não em Cristo. Pois em Cristo habita corporalmente toda a plenitude da divindade, e, por estarem nele, que é o Cabeça de todo poder e autoridade, vocês receberam a plenitude.” - Colossenses 2:4-10

___________

Fontes:
[1] https://www.jw.org/pt/testemunhas-de-jeova/perguntas-frequentes/testemunhas-de-jeova-sao-seita
[2] https://www.youtube.com/watch?v=4Ebg7xHP5Z4
[3] http://mcapologetico.blogspot.com.br/2010/06/como-identificar-uma-seita.html
[4] Testemunhas de Jeová (2014). O Reino de Deus já Governa! 
[5] https://www.youtube.com/watch?v=G7VM4wONldw 
[6] https://www.youtube.com/watch?v=yP3znEYjX-0
[7] https://www.jw.org/pt/publicacoes/revistas/a-sentinela-estudo-marco-2016/perguntas-dos-leitores/
[8] http://www.4jehovah.org/pt-pt/10-perguntas-para-as-testemunhas-de-jeova-sobre-a-historia-da-torre-de-vigia/
[9] http://extestemunhasdejeova.net/forum/viewtopic.php?f=12&t=17567
[10] http://www.extj.com.br/a-biblia-para-as-testemunhas-de-jeova-apenas-um-livro-de-consulta-e-referencias/
[11] http://www.oapologistadaverdade.org/2015/03/deus-e-onipresente-fonte-da-ilustracao.html
[12] https://traducaodonovomundodefendida.wordpress.com/2013/12/26/ensina-a-biblia-uma-sueicao-funcional-de-cristo/
[13] http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102011131
[14] http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/2011006
[15] http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/2010734
[16] http://mcapologetico.blogspot.com.br/2015/03/a-soteriologia-tj-arminiana-calvinista.html 
[17] http://www.cacp.org.br/tjs-salve-organizacao-todo-poderosa/
[18] http://www.4jehovah.org/pt-pt/sera-que-as-crencas-das-testemunhas-de-jeova-provam-que-apenas-elas-sao-a-unica-religiao-verdadeira/

***
Autor: Bruno dos Santos Queiroz
Divulgação: Bereianos
.
Imprimir ou salvar em PDF

2 comentários

Bom dia irmãos do Bereianos.
Bruno, artigo sucinto, sem ser raso, e objetivo sem ser simplório. Parabéns!
Cabe, porém, uma correção. Foi dito, que as Testemunhas podem agora "comemorar natal e aniversários" - isso definitivamente foi um equivoco, se eu entendi certo. Ambas comemorações ainda são proibidas pela Liderança TJ.
Abraço

Responder

Excelente texto, mas faltou abordar melhor um ponto que, ao meu ver, é essencial: por que as seitas crescem tanto?
Resposta: elas crescem tanto porque, apesar das heresias e dos erros teológicos, elas oferecem algo que as igrejas tradicionais não oferecem mais. A amizade. Em toda seita, os membros são muito mais próximos uns dos outros e o modo de se encarar o conceito de irmandade é totalmente diferente do que ocorre na maior parte das igrejas históricas.
Em uma época de muito individualismo, o que se espera é que a igreja seja a luz do mundo também nesse aspecto. Hoje, encontramos nossos irmãos apenas na hora do culto e ainda assim mal conversamos.. Não sabemos dos problemas das pessoas que sentam ao nosso lado, consequentemente, não oferecemos conforto, não dividimos as alegrias, não nos conhecemos. Nas seitas, como somente eles acreditam que serão salvos, existe um senso de irmandade muito maior.
Independentemente dos motivos, que claramente são heréticos ou no mínimo equivocados, o fato é que as seitas abraçam seus membros. Nós das igrejas tradicionais nos comportamos como se nossos irmãos fossem completamente desconhecidos. Ou pior: inimigos. Nas nossas igrejas, as programações de jovens são só para jovens, e existe o culto dos adultos e idosos e o culto da juventude. É ridículo que isso aconteça. E as encrencas? E as fofocas? Quantas vezes não houve complô de membros para derrubar pastor ou líder de ministério?
Sou metodista (Igreja Metodista do Brasil na Penha/SP, 3ª região eclesiástica, distrito leste II), mas tenho irmãos/amigos presbiterianos e batistas. Participo do coral da Primeira Igreja Presbiteriana Independente de São Paulo (Catedral Evangélica) e meu maior prazer é estar sempre com meus irmãos metodistas, presbiterianos e batistas. Mas não é isso que vejo nas igrejas tradicionais, vejo apatia, intrigas, fulano que não fala com sicrano. Nas seitas isso acontece com muito menso frequência e é por isso que elas crescem.
É hora de repensarmos nosso jeito de ser cristãos.
Abraços e Graça e Paz!
Marcelo Emídio

Responder

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

1 - Poste somente o necessário. Se quiser colocar estudos, artigos ou textos grandes, mande para nós por e-mail: bereianos@hotmail.com

2 - A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Comentários com conteúdo ofensivo não serão publicados, pois debatemos idéias, não pessoas. Discordar não é problema, visto que na maioria das vezes redunda em edificação e aprendizado. Contudo, discorde com educação e respeito.

3 - Comentários de "anônimos" não serão necessariamente postados. Procure sempre colocar seu nome no final de seus comentários (caso não tenha uma conta Google com o seu nome) para que seja garantido o seu direito democrático neste blog. Lembre-se: você é responsável direto pelo que escreve.

4 - A aprovação de seu comentário seguirá os nossos critérios. O Blog Bereianos tem por objetivo à edificação e instrução. Comentários que não seguirem as regras acima e estiver fora do contexto do blog, não serão publicados.

Para mais informações, clique aqui!

Blog Bereianos!