Por quem Cristo morreu?

.

Por Denis Monteiro


Uma refutação ao artigo publicado no Blog do Ciro

O pastor Ciro, em seu blog, argumentou em favor da doutrina arminiana da expiação universal. O texto base para seu argumento foi Romanos 5.6-10; 12,15,18 e 19. 

Segundo a sua explicação, o texto de Romanos 5.12,15,18 e 19 mostra uma conexão com a doutrina da expiação universal. Segue abaixo algumas explicações dele: 

Pr. Ciro - Versículo 18: "por uma só ofensa [a de Adão] veio o juízo sobre todos os homens para condenação [...] por um só ato de justiça [realizado pelo Senhor Jesus] veio a graça sobre todos os homens para a justificação de vida". O termo "todos", aqui, à luz do contexto imediato, refere-se, sem dúvidas, à totalidade da humanidade pecadora.

O pastor Ciro, falando em contexto, está negando a passagem anterior. O verso 17 explica o verso 18. Paulo diz que "pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo." (Romanos 5:17). Perceba que no versículo 18 Paulo explica como ocorreu este ato de condenação por uma só ofensa veio o juízo sobre todos. Mas o mais interessante do verso 17 é sobre os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça. Como o verso 18 diz que veio, graça sobre todos, sendo que no verso 17 diz que a graça recebem? (vs 17) 

Perceba que quem recebe a graça, recebe o dom da justiça como descrito no verso 18 para justificação e vida. 

Se Cristo morreu por todos, logo todos estão justificados diante de Deus, eles receberam reconciliação e perdão de seu delito. A doutrina da justificação, segundo o que explica Paulo, é pela fé "receberam a abundância da graça" (vs 17). Paulo descreve em Romanos 3.28 e Gálatas 2.26 que a justificação vem por intermédio da fé. 

Se "muitos" significa "todos" (vs 18) logo, toda a humanidade está justificada diante de Deus e já receberam o dom da graça e reinarão com Cristo (vs 17). 

Mas como descrito em Romanos 5.17 aquele que recebe (gr. lambano) este recebe a justiça de Deus, assim como descrito em Rm 3.28 e Gl 2.26, pela fé o crente recebe a justificação. 

Logo, o "todos" de Rm 5.18b são os "muitos" que receberam a Cristo e assim foram justificados. 

Pr. Ciro - Por outro lado, pela mesma lógica, todos os que crerem, considerando que Deus não faz acepção de pessoas (Rm 2.11; Tg 2.1). 

Mas uma vez me deparo com um argumento de que Deus não faz acepção de pessoas. Mas como entender que Deus não faz acepção de pessoas? Mas antes de explicar sobre este questionamento, quero fazer uma reflexão: Segundo a teologia arminiana a eleição ocorre, a partir do momento que Deus olha no futuro e vê a fé de tal pessoa e a mesma é salva mediante uma fé prevista. Mas como isso pode ser possível, sendo que Deus não faz acepção de pessoas?

Mas voltando ao questionamento, a palavra acepção no grego é prosopolepsia, ou seja, segundo o termo grego indica que Deus não leva em consideração as circunstâncias externas do gênero e nem seus méritos, como ocorria, segundo Tiago descreve: "Porque, se entrar na vossa reunião algum homem com anel de ouro no dedo e com traje esplêndido, e entrar também algum pobre com traje sórdido. E atentardes para o que vem com traje esplêndido e lhe disserdes: Senta-te aqui num lugar de honra; e disserdes ao pobre: Fica em pé, ou senta-te abaixo do escabelo dos meus pés, não fazeis, porventura, distinção entre vós mesmos e não vos tornais juízes movidos de maus pensamentos." (Tiago 2:2-4)

Então, concordo que Deus não faz acepção de pessoas, Deus escolhe incondicionalmente baseado unicamente em sua gloriosa vontade, como diz em Romanos 9: "Todavia, antes que os gêmeos nascessem ou fizessem qualquer coisa boa ou má — a fim de que o propósito de Deus conforme a eleição permanecesse, não por obras, mas por aquele que chama." (Romanos 9:11). Deus não leva em consideração cargo, obras ou qualquer coisa parecida. Deus escolhe mediante sua livre graça e amor. 

O verso 19 não é preciso explicar pelo o fato de que, como foi provado acima, a condenação de "muitos" é igual a "todos", mas a graça que veio sobre "todos" são os "muitos" que recebem a Cristo, como descreve o texto da Ceia: "E lhes disse: Isto é o meu sangue da aliança, que é derramado em favor de muitos." (Marcos 14:24).

Algumas passagens citadas pelo Ciro, como Jo 3.16; 1Tm 2.4, são explicadas neste artigo.

Pr. Ciro - Embora o Senhor Jesus tenha provado a morte por toda a humanidade (Hb 2.9).

Segundo a interpretação do Ciro, Hebreus 2.9 diz que Cristo morreu por toda a humanidade, por ter sofrido a morte[..] em favor de todos. Mas será que "todos" são toda a humanidade? Veja o que diz o verso 10: "Aquele para quem e por quem todas as coisas existem, desejando conduzir à glória numerosos filhos, deliberou elevar à perfeição, pelo sofrimento, o autor da salvação deles." 

Ou seja, àqueles por quem Cristo morre é aperfeiçoado e leva à glória. Ou será que todos são filhos e estão sendo aperfeiçoado? 

A palavra "todos" no grego "pas" significa que Cristo morreu por classes de pessoas e não todas as pessoas de todas as classes, como descrito em Apocalipse 5.9: "com teu sangue compraste para Deus homens de toda tribo, língua, povo e nação."

Logo, Hebreus não prova que Cristo morreu por toda a humanidade, e sim, pelos filhos de Deus.

O pastor Ciro comete um erro interpretativo enorme. Segundo a sua argumentação Romanos 5.6,8 apoia que Cristo morreu por todos os homens. 

Romanos 5.6 "De fato, no devido tempo, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu pelos ímpios." 

Romanos 5.8 "Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores." 

Veja que os ímpios por quem Cristo morre, são àqueles por quem Deus prova seu amor, nós os que éramos pecadores. 

.
Imprimir ou salvar em PDF

9 comentários

Danilo Ribeiro mod

Paz e Graça me expliquem por favor este 02 versículos ;
1 Tm 2:6 o qual se deu a si mesmo em resgate por todos, para servir de testemunho a seu tempo;

1 Jo 2:2 E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.
- alias - a própria Bíblia Genebra (Calvinista) na sua nota de rodapé diz assim - irmão Denis Monteiro/Ruy Marinho conferem por favor se estiver errado me corrija:
o chamado geral ao arrependimento e a salvação é estendida a todas as pessoas (mt 11v.28) e A Salvação é dom de Deus, especialmente para aqueles que confiam na provisão divina em Cristo (condição) "genebra também diz que a morte Cristo foi suficiente para resgatar toda a humanidade, embora que , por desígnio e efeito soberano, nem todos são redimidos(2tm2v6) deu em resgaste por TODOS
no final ela diz Deu em Resgaste por Todos... - complemento (Jo 03 v16)
-

Responder

Olá Danilo.

Bom... o artigo tem um link refente a outro artigo que explica essas passagens e outras, é só ler direito e não ir por pontos!

E outro, quando a Bíblia de Genebra fez a referencia ao Mt 11.28, mas isso não significa que seja uma contradição. Aliás, você já leu esta passagem e as anteriores a Mt 11.28 prestando a atenção ao contexto? Não!

Leia!

Responder
Danilo Ribeiro mod

irmão Denis - a bíblia genebra esta ERRADA ao dizer que o RESGASTE FOI POR TODOS? - RC. sproul etc..... erraram?

Responder

Se eles erram? Sim são humanos!

Mas o que você não entendeu foi a referencia dada pela a explicação da Bíblia. mas vamos lá, tentar aguçar seu raciocínio! (engraçado não encontrei essa explicação na Bíblia d Genebra).hehehe

Mas vamos lá: Mt 11.28, analise o contexto. Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos.
Sim, ó Pai, porque assim te aprouve.
Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
Mateus 11:25-28

Interessante, Cristo diz que o Pai escolhe a quem Ele quer revelar. E nisso Ele faz o convite: vindo todos OS.

É contradição, mostrar que o Pai escolhe a quem ele quer revela e depois fazer o convite a todos. Ou o texto está mostrando que os que vem são os que foram revelados?

Responder
Tadeu de Araújo mod

Distinto Denis Monteiro,
Graça e paz!

Do nosso ponto de vista, esse assunto nunca haverá uma posição pacífica, a saber: Predestinação x Eleição.
Em verdade, pelo menos em uma coisa Calvinistas e Arminianos concordam: a Soberania de Deus.
Cremos, porém, na predestinação condicional, e não fatalista.
Uma situação, no entanto, traz-nos calma: os textos que tratam a respeito da salvação, graças a Deus, não há essas chamadas tensões teólogicas, conforme a assunto tratado.
Em Cristo,
Tadeu de Araújo

Responder

Olá Tadeu! Graça e paz!

[Cremos, porém, na predestinação condicional, e não fatalista.]

Bom, se o irmão bem sabe não cremos em fatalidade!!! A Bíblia mostra que somos responsáveis!

Mas a predestinação é clara na Bíblia e baseado, unicamente, no amor de Deus. Não vemos na Bíblia pessoas sendo eleitas mediante algo previsto ou condicionalmente.

Creram todos quantos estavam ordenados para a vida eterna Atos 13.48.

Os textos citados não tratam de esquemas, e sim, de afirmações verdadeiras sem titubear!

Que nos salvou, e chamou com uma santa vocação; NÃO SEGUNDO AS NOSSAS OBRAS, mas segundo o seu próprio propósito e graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos dos séculos;
2 Timóteo 1:9

Ou em outra tradução:
que nos salvou e nos chamou com uma santa vocação, não em virtude das nossas obras, mas por causa da sua própria determinação e graça. Esta graça nos foi dada em Cristo Jesus desde os tempos eternos,
2 Timóteo 1:9

O texto é claro. Deus salva não segundo condições humanas, mas segundo a SUA PRÓPRIA DETERMINAÇÃO!

Responder
Tadeu de Araújo mod

Distinto Denis Monteiro,
graça e paz!
Não entendemos muito sua explicação, tendo em vista a dificuldade que temos no tocante à interpretação de textos.
No entanto, responda-nos, se possível: Como é que Deus, sendo Justo, escolhe alguns e rejeita outros?
Agindo dessa maneira o Altíssimo não estaria sendo injusto no que se refere à salvação?
Cremos, porém, que Ele sabe por antecipação qual a decisão dos homens em relação a seu Filho.
A escolha, todavia, é nossa ( Jeremias 21.8).
Em Cristo,
Tadeu de Araújo

Responder

Olá Tadeu...

Bom, os textos citados por mim são claros. Principalmente 2Tm 1.9 Deus escolhe baseado em sua DETERMINAÇÃO (NVI).

Deus sendo injusto pelo o fato de que Ele escolhe quem quer ser salvo? De modo nenhum! Por que? Me responda: quem de nós escolheria Deus, sem que Ele nos escolhesse primeiro? NINGUÉM! Por que? Veja o que diz o apóstolo S. Paulo: como está escrito: Não há justo, nem sequer um. 11 Não há quem entenda; não há quem busque a Deus. 12 Todos se extraviaram; juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só (Rm 3.10-12)

Perceba que NÃO HÁ UM JUSTO; NÃO HÁ QUEM ENTENDA; NÃO HÁ QUEM BUSQUE A DEUS.

Me explica, como que ninguém que busca a Deus pode escolher aquilo que ela mesmo não busca?

Você citou Jr 21.8 mostrando a questão da escolha. Bom peço que você leia até o capitulo 24, mas lhe mostrarei a continuação do capitulo 21 no 23, veja: Mas, se estivessem estado no meu conselho[Ef 1.11], então teriam feito o meu povo ouvir as minhas palavras, e o teriam feito voltar do seu mau caminho, e da maldade das suas ações.
Jeremias 23:22

Veja os versos anteriores e veja as condicionais para o povo. E o povo não se arrepende, e o que Deus diz: Mas, se estivessem estado no meu conselho, então teriam feito o meu povo ouvir as minhas palavras, e o teriam feito voltar do seu mau caminho, e da maldade das suas ações.

Mas leia o capitulo 24 agora.

Mas falando em injustiça, vamos ao Romanos: Porque, não tendo eles ainda nascido, nem tendo feito bem ou mal (para que o propósito de Deus, segundo a eleição, ficasse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama),
Foi-lhe dito a ela: O maior servirá o menor.
Como está escrito: Amei a Jacó, e odiei a Esaú.
Romanos 9:11-13

Na igreja de Roma tinha uma pessoa igual a você, Tadeu veja: ue diremos pois? que há injustiça da parte de Deus? De maneira nenhuma.
Pois diz a Moisés: Compadecer-me-ei de quem me compadecer, e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia.
Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece.
Romanos 9:14-16

Perceba Tadeu, Deus faz o que quer e não o ser humano.

Me responde: Há injustiça da parte de Deus?

Responder
Tadeu de Araújo mod

Distinto Denis Monteiro,
graça e paz!
Da nossa parte, damos por encerrado esse assunto, agradecendo-lhe a gentileza de ter treplicado com a gente, de maneira respeitável e equilibrada.
Apesar de todas as suas explicações, por final, muito bem elaboradas, destarte, ainda continuamos acreditando que, tanto predestinação quanto eleição, assunto palpitante, jamais haverá consenso, não somente entre professores de escol, tal qual o nobre, quanto entre esforçados autodidatas da nossa estirpe.
Que o Eterno, pela sua imensa misericórdia, continue nos dando perseverança , até chegarmos ao céu, independente da linha que defendamos.
Em Cristo,
Tadeu de Araújo

Responder

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

1 - Poste somente o necessário. Se quiser colocar estudos, artigos ou textos grandes, mande para nós por e-mail: bereianos@hotmail.com

2 - A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Comentários com conteúdo ofensivo não serão publicados, pois debatemos idéias, não pessoas. Discordar não é problema, visto que na maioria das vezes redunda em edificação e aprendizado. Contudo, discorde com educação e respeito.

3 - Comentários de "anônimos" não serão necessariamente postados. Procure sempre colocar seu nome no final de seus comentários (caso não tenha uma conta Google com o seu nome) para que seja garantido o seu direito democrático neste blog. Lembre-se: você é responsável direto pelo que escreve.

4 - A aprovação de seu comentário seguirá os nossos critérios. O Blog Bereianos tem por objetivo à edificação e instrução. Comentários que não seguirem as regras acima e estiver fora do contexto do blog, não serão publicados.

Para mais informações, clique aqui!

Blog Bereianos!