40 razões para ser parte de uma igreja local

.

Por Jesse Johnson


É possível viver uma vida cristã fiel sem ser parte fiel de uma igreja local? Já escutei que muitas pessoas usam o argumento de que sim, é possível, sobretudo se não existem boas igrejas próximas. No estou de acordo.

No mínimo, existem quarenta mandamentos diferentes no Novo Testamento para viver a vida, de certo modo, com outros crentes. Ainda que certamente é possível cumprir algumas dessas ordens com os cristãos em geral, o peso dessa lista deve convencer-lhe da necessidade de possuirmos relações continuas com outros crentes.

E essas relações são somente reforçadas pela comunhão da igreja local. De fato, considero que parte desta lista é simplesmente impossível de ser cumprida se você não tem a classe de comunhão continua e cada vez maior com outros crentes que só vem através do ministério em uma igreja local:

1. Estimular-nos uns aos outros ao amor e às boas obras (Hebreus 10:24)
2. Confessai vossas ofensas uns aos outros (Tiago 5:16)
3. Edificar-nos uns aos outros (1 Tessalonicenses 5:11)
4. Ser de uma mesma mente que os outros (Romanos 12:13, 15:5)
5. Animar uns aos outros à luz da morte (1 Tessalonicenses 4:18)
6. Empregar seus dons espirituais no serviço aos outros (1 Pedro 4:10)
7. Orar uns pelos outros (Tiago 5:16)
8. Amar uns aos outros (Romanos 12:10)
9. Estar em paz uns com os outros (Marcos 9:50)
10. Animarem-se uns aos outros (1 Tessalonicenses 5:11)
11. Saudar-vos uns aos outros (2 Coríntios 13:12)
12. Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros. (Gálatas 5:26)
13. Ser benignos com os outros (Efésios 4:32)
14. Abundar em amor uns pelos outros (1 Pedro 1:22)
15. Viver em paz uns com os outros (1 Tessalonicenses 5:13)
16. Que nos amemos uns aos outros (2 João 5)
17. Amai-vos ardentemente uns aos outros (1 Pedro 1:22)
18. Ter comunhão uns com os outros (1 João 1:7)
19. No julgar-nos uns aos outros (Romanos 14:13)
20. Tomar a comunhão (a Ceia do Senhor) com os outros (1 Coríntios 11:33)
21. Aceitar-nos uns aos outros (Romanos 15:7)
22. Considerar aos demais como superiores a si mesmos (Filipenses 2:3)
23. Carregar as cargas uns aos outros  (Gálatas 6:2)
24. Exortando-os uns aos outros  (Romanos 15:14)
25. Servir uns aos outros  (Gálatas 5:13)
26. Não mintais uns aos outros  (Colossenses 3:9)
27. Suportando-os uns aos outros  (Colossenses 3:13)
28. Perdoar uns aos outros  (Colossenses 3:13)
29. Ensinar e exortar uns aos outros  (Romanos 15:14)
30. Cuidando dos outros (1 Coríntios12:25)
31. Vestir-se com humildade para os demais (1 Pedro 5:5)
32. Ser hospitaleiros uns para com os outros  (1 Pedro 4:9)
33. No se queixar uns aos outros  (Tiago 5:9)
34. Mostrar paciência uns aos outros  (Efésios 4:2)
35. Falando entre nós com salmos, hinos e cânticos espirituais (Efésios 5:19)
36. Dar preferência uns aos outros  (Romanos 12:10)
37. No morder e comer uns aos outros (Gálatas 5:15)
38. Submetei-vos uns aos outros  (Efésios 5:21
39. Buscar o bem dos outros (1 Tessalonicenses 5:15)
40. No deixar de reunir-nos com os outros (Hebreus 10:25)


Esse último motivo leva toda a lista a um círculo. Se ser cristão não significa nada mais que tomar una decisão sobre Jesus Cristo, nada disso importa. Porem, se ser cristão significa entrar em um mundo que altere a vida, onde Deus deseja sua santificação e lhe concede os meios para crescer e os mandamentos a seguir, então é simplesmente impossível fazê-lo fora do contexto de uma igreja local.

Tradução: Armando Marcos
.
Imprimir ou salvar em PDF

5 comentários

Discordo plenamente!!!

Todas as situações listadas pode ser praticada por um casal por exemplo (2 pessoas), e toda situação listada pode ser praticada por uma denominação local herética por exemplo! Uma localidade de fé (seja de qual for) não determina a situação espiritual cristã de ninguém, é necessário muito mais do que isso.

O discurso supra alimenta diversas distorções atuais como por exemplo a tal cobertura espiritual e a eclesiolatria - tem alma católica no negócio!

Abraços
Orlando
souteologico.blogspot.com

Responder

Caro Orlando,

estas são 40 razões para se fazer parte de uma igreja local (ekklesia propriamente dita; reunião de crentes, culto público em local específico ou como você preferir, segundo o sentido original da palavra). O artigo não discute 40 razões para "não" fazer parte de uma igreja herética. São pontos de abordagens diferentes. O fato de termos a obrigação de afastar-se destas igrejas que praticam heresias não nos isenta de congregar.

Um casal são duas pessoas, porém uma só carne e os mesmos não devem andar sozinhos longe da comunhão com outros irmãos em cristo, a não ser em casos extraordinários. O ideal (padrão bíblico) é que este casal tenha comunhão com outros irmãos de fé, seja em qualquer lugar. Andar só é ir contra a centralidade bíblica que sempre vai apontar para a comunhão em conjunto (ekklesia). Diga-se de passagem que os 40 motivos apresentados neste artigo do Jesse Johnson são totalmente bíblicos, visto que trata-se de citações de versículos. Portanto, não vejo intensões de distorção no artigo.

Em Cristo, seu irmão Ruy!

Responder

Deveria estar aquio fato de:
1- As igrejas local terem sido fundadas por Jesus e continuadas por seus apóstolos;
2- Participar das ordenanças (batismo e ceia)
3- Ser pastoreado
4- Participar da adoração coletiva;
5- Participar da pregação da palavr.

Responder
Tadeu de Araújo mod

Distintos irmãos, graça e paz!
Se nós deixarmos O Mestre ser o Senhor da maioria de nossas atitudes, e consigamos cumprir, pelo menos vinte das orientações bíblicas acima, certamente nossas igrejas locais terão menos problemas.
Não sabemos de qual é a fonte que muitos irmãos nossos tiram conclusões de que a igreja do primeiro século não enfrentava dificuldades.
Com todo o respeito, trata-se de desinformação, ou fantasia.
Neste mundo é impossível a perfeição.
É claro que, quanto mais estamos próximos da volta de Cristo, a tendência é que nos deparemos com problemas de todos os tipos no seio das comunidades evangélicas.
É míster que isso aconteça.
O conselho que deixamos a todos, principalmente aos ilustres irmãos desigrejados, que procuram nas instituições religiosas aquilo que somente há em Jesus Cristo, isto é, a "Perfeição", absorvam o que se encontra em Hebreus 12.1,2.
Não se esqueçam também: A Igreja Perfeita é a que se encontra em Hebreus 12.23.
Em Cristo,
Tadeu de Araújo

Responder

Meu colega/irmão Ruy, eu também discordo plenamente da sua resposta!!! E para que você possa compreender um pouquinho o que eu penso sobre esse assunto lhe recomendo, quando for possível, a leitura de alguns post no marcador Igreja em nosso Blog.

Abraços
Orlando

Responder

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:

1 - Poste somente o necessário. Se quiser colocar estudos, artigos ou textos grandes, mande para nós por e-mail: bereianos@hotmail.com

2 - A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Comentários com conteúdo ofensivo não serão publicados, pois debatemos idéias, não pessoas. Discordar não é problema, visto que na maioria das vezes redunda em edificação e aprendizado. Contudo, discorde com educação e respeito.

3 - Comentários de "anônimos" não serão necessariamente postados. Procure sempre colocar seu nome no final de seus comentários (caso não tenha uma conta Google com o seu nome) para que seja garantido o seu direito democrático neste blog. Lembre-se: você é responsável direto pelo que escreve.

4 - A aprovação de seu comentário seguirá os nossos critérios. O Blog Bereianos tem por objetivo à edificação e instrução. Comentários que não seguirem as regras acima e estiver fora do contexto do blog, não serão publicados.

Para mais informações, clique aqui!

Blog Bereianos!